A Liga NOS tem um guarda-redes que se distingue, nesta altura, de todos os outros que actuam nas principais ligas europeias. O guardião do Tondela fez, este domingo, uma assistência para golo. Aos 18 minutos da derrota da sua equipa na recepção ao Sp. Braga, Cláudio Ramos pontapeou a bola para o meio-campo adversário, Murilo recolheu, progrediu alguns metros e rematou para o tento inaugural da partida. Parece uma situação banal? Talvez, mas todos estes passos estabeleceram uma estatística única nos principais campeonatos europeus.

Cláudio Ramos soma uma assistência para golo. Normalmente são médios-criativos, avançados ou laterais a fazê-lo, mas desta vez não o foi. E é caso único em Portugal, Espanha, Inglaterra, Itália, França e Alemanha, pois mais ninguém o conseguiu em 2017/18. Pelo menos até ao momento.

Este é um feito difícil de emular. Desde que há registos Opta da Liga portuguesa, apenas por quatro vezes tal aconteceu cá no “burgo”. E em duas dessas ocasiões o protagonista foi Iker Casillas, uma em 2015/16 e outra em 2016/17. Também na temporada transacta, o então benfiquista Ederson registou uma assistência, e desta feita foi Cláudio Ramos.

O guarda-redes do Tondela não integrou os 33 magníficos da Liga NOS 2017/18, mas foi o melhor jogador da equipa na época passada, com um GoalPoint Rating de 5.79.