Aquinta jornada da Liga NOS como que baralhou e voltou a dar as “cartas” com os melhores trunfos. Isto em relação ao “onze” da ronda anterior. Apenas um dos futebolistas que compuseram a equipa da quarta jornada transita para a quinta, numa formação que volta a ter o predomínio dos “grandes”, com seis caras, e um democrático surgimento de nomes que não tinham ainda figurado nesta nossa selecção.

Para abrilhantar esse facto, o jogador da jornada não pertence a nenhum dos grandes. É ele Miguel Cardoso, extremo do Tondela, que arrasou a concorrência com um rating de 8.9. De resto há a já habitual presença de um elemento do Marítimo e ainda a estreia de Ryan Gauld, escocês do Aves (emprestado pelo Sporting) que começa finalmente a mostrar predicados. Quanto aos “grandes”, o Benfica domina com três presenças, seguido do Sporting, com duas, e do Porto, com um habitué nestas andanças.

Mas vamos aos eleitos da jornada, com base no nosso GoalPoint Ratings.

GoalPoint-onze--Liga-NOS-201718-J5-Infog
Clique para ampliar

P. Trigueira (Vitória Setúbal) 6.7 – Uma estreia absoluta nestes “onzes” da jornada. O guarda-redes do Vitória de Setúbal foi um dos obreiros do triunfo sadino por 2-0 sobre o Sp. Braga, e foi mesmo o melhor em campo nesse jogo, com três defesas, duas saídas ao solo eficazes e uma a soco.

André Almeida (Benfica) 7.3 – O golo que marcou ao Portimonense fica na retina, sendo intencional ou não. Num jogo complicado para as “águias”, o lateral-direito resolveu a questão, e registou ainda um passe para finalização, três desarmes e cinco recuperações de posse. Uma exibição competente.

M. Abarhoun (Moreirense) 6.8 – O Moreirense somou a primeira vitória nesta Liga, no Estoril, e Abarhoun foi fundamental. Marcou o primeiro golo, no único remate que realizou, e foi pragmático a afastar o perigo contrário, com nove alívios.

S. Coates (Sporting) 6.6 – O central leonino esteve em grande destaque ante o Feirense, mas não só a defender. Foi o segundo melhor em campo e terminou com números de ponta-de-lança: um golo em quatro remates, dois deles enquadrados.

Alex Telles (FC Porto) 6.7 – O lateral-esquerdo brasileiro surge pela terceira vez esta época nas equipas da jornada. Sempre influente no jogo ofensivo dos “dragões”, colocou por 12 vezes a bola na grande área contrária, fez três passes para finalização e, a defender, destacou-se com quatro intercepções. Um autêntico dínamo.

Fábio Pacheco (Marítimo) 6.5 – Grande jogo de Pacheco na emocionante vitória insular sobre o Rio Ave. O médio fez dois passes para finalização, teve 86% de eficácia de passe e registou números defensivos que impressionam: cinco desarmes, três intercepções e oito recuperações de bola. Um trabalhador incansável.

Pizzi (Benfica) 7.0 – Sempre influente, o brigantino da Luz foi o segundo melhor da sua equipa ante o Portimonense. Criou uma ocasião de golo flagrante em cinco passes para finalização, teve sucesso em quatro de cinco tentativas de drible, foi o melhor da jornada nos passes para finalização (5) e nos passes certos (81), e registou 123 interacções com a bola (máximo da ronda e da Liga 17/18 até ao momento).

Bruno Fernandes (Sporting) 7.1 Terceira presença consecutiva do jogador leonino na equipa da jornada. Bruno Fernandes chegou a Alvalade e pegou de estaca, não parando de marcar golos. Voltou a fazê-lo em Santa Maria da Feira, onde foi o melhor em campo. Um golo, cinco remates (dois enquadrados), três passes para finalização e três desarmes. Uma exibição completa.

Miguel Cardoso (Tondela) 8.9 – A grande figura da jornada. Tondela e Paços de Ferreira empataram 2-2, mas o extremo esteve endiabrado. Bisou na partida, em quatro remates (todos enquadrados), criou uma ocasião flagrante em três passes para finalização, teve sucesso em duas de quatro tentativas de drible e ainda ajudou a defender, com oito recuperações de bola. Excelente jogo.

Ryan Gauld (D. Aves) 8.0 – O “mini-Messi”, como lhe chamavam quando chegou ao Sporting, mostrou serviço no D. Aves. O médio fez um golo ao Belenenses, em três remates (um enquadrado), somou quatro passes para finalização e mostrou o famoso espírito guerreiro escocês na ajuda à defesa: sete desarmes (o máximo da ronda), três intercepções e oito recuperações de bola.

Jonas (Benfica) 7.0 – O brasileiro só marcou de penálti, parecendo estar um pouco em baixo de forma, mas continua a mostrar classe. Rematou cinco vezes frente ao Portimonense, três delas de forma enquadrada, criou um passe para finalização e ganhou dez de 12 duelos. Sofreu ainda quatro faltas.

Fechamos com os jogadores que lideraram o nosso “barómetro” de variáveis nesta jornada:

GoalPoint-Tops-Jornada-5-LIGA-NOS-201718-infog
Clique para ampliar

São estes os melhores da 5ª jornada da Liga NOS 17/18, parabéns!

Confira, jogo a jogo, os números que justificam a eleição dos melhores, na nova tabela de acompanhamento dos jogos GoalPoint, actualizada poucos minutos após o término de cada encontro da Liga NOS! Pode também encontrar todo o histórico da época neste “link”.

LIGA NOS 17/18 | J5STATGPRMVP
2-3
2-1
2-2
1-0
3-0
2-0
1-0
0-2
2-1