Otítulo está entregue e sobra já muito pouca emoção para a última jornada, pese a indefinição na vaga europeia e no segundo lugar de despromoção. Falta também descobrir quem foram os protagonistas dos melhores desempenhos estatísticos da época, mas esse tema fica para o pós-apito afinal da Liga 16/17. Por agora eis os melhores da penúltima jornada.

Confira também os “tops” da jornada! (link)

GoalPoint-Ratings-XI-Jornada-33-Liga-NOS-201617-infog
Clique para ampliar

Charles(Marítimo) 8.2 – As aspirações dos insulares na luta pelo sexto lugar sofreram um ligeiro revés com o empate caseiro ante o Estoril, mas certamente não foi pelo seu guarda-redes. Charles foi o melhor em campo, com oito defesas, três delas a disparos na sua grande área.

Nélson Monte (Rio Ave) 6.7 – O lateral-direito fez um excelente jogo em Chaves. Esteve praticamente intransponível pelo seu flanco, com sete desarmes registados, o máximo da jornada. Recuperou ainda a bola sete vezes e ganhou dez dos 13 duelos que disputou.

Sebastián Coates (Sporting) 6.6 – As críticas à defesa leonina esta temporada até já surgiram do próprio treinador, mas o uruguaio vai-se mantendo à margem disso. Voltou a ser consistente, sendo o melhor do Sporting na derrota em Santa Maria da Feira. Rematou duas vezes de cabeça, ganhou cinco duelos aéreos e realizou quatro intercepções.

Ricardo Ferreira (Sp. Braga) 6.3 – Na ausência de André Pinto, Ricardo Ferreira tem mostrado serviço. Ganhou oito de 11 duelos, teve sucesso em cinco desarmes e fez três intercepções, um dos responsáveis por manter o Nacional em branco na Pedreira.

Rafa Soares (Rio Ave) 6.9 – Já é um hábito ver Rafa Soares nestes “onzes” e só Guedes e Tarantini estiveram melhor entre os vilacondenses em Chaves. Fez dois desarmes, outras tantas intercepções, acertou os três cruzamentos de bola corrida que tentou e ainda fez três passes para finalização. Um todo-o-terreno!

Hector Herrera (Porto) 8.0 – Por vezes o “patinho-feio” dos adeptos portistas, o mexicano esteve em grande frente ao Paços de Ferreira. Foi o melhor em campo no Dragão, com um golo de cabeça, fez uma espectacular assistência para o 3-1 de Diogo Jota, para além de quatro desarmes e dez recuperações de bola.

João Diogo (Belenenses) 7.7 – Os homens do Restelo não deram melhor seguimento ao brilharete de Alvalade, mas João Diogo esteve em bom plano ante o Moreirense. Marcou o golo do Belém, em três remates (um enquadrado), fez dois passes para finalização e teve eficácia em dois dos três cruzamentos de bola corrida de tentou. Foi o melhor em campo e merecia mais.

Pizzi (Benfica) 8.2 Um repetente em relação à jornada anterior, e sem surpresa. Foi o segundo melhor em campo na deslumbrante exibição do Benfica ante o V. Guimarães, com um golo, uma assistência, quatro remates, três deles enquadrados, e quatro passes para finalização. Terminou com 86% de passes certos e voltou a estar em todo o lado: 110 toques na bola, dois desarmes e oito recuperações de bola.

Pedro Nuno (Tondela) 8.5 – O Tondela não desarma na luta pela sobrevivência e foi ganhar em casa do aflito Arouca (que está apenas três pontos acima na tabela), por 2-1. O jogador emprestado pelo Benfica marcou os dois golos (os primeiros da época), nos dois remates que realizou, e foi o melhor em campo. Fez ainda três passes para finalização.

Raúl Jiménez (Benfica) 8.7 – O melhor jogador da jornada. O mexicano aproveitou da melhor forma a ausência de Mitroglou, com o golo decisivo em Vila do Conde e, na consagração benfiquista, com mais um tento. Rematou seis vezes (três enquadradas), fez um passe para finalização e ganhou dois de três duelos aéreos.

Stojiljkovic (Sp. Braga) 7.9 – Difícil é escrever o nome do sérvio, porque em campo, o avançado tornou tudo fácil. Foi o melhor em campo na goleada do Braga ao Nacional, com dois golos em quatro remates, uma assistência e dois passes para finalização. Pecou apenas na eficácia de passe (53%), algo, no entanto, normal num atacante com as suas características.

São estes os melhores da 33ª jornada da Liga NOS 16/17, parabéns!

Confira, jogo a jogo, os números que justificam a eleição dos melhores, na nova tabela de acompanhamento dos jogos GoalPoint, actualizada poucos minutos após o término de cada encontro da Liga NOS! Pode também encontrar todo o histórico da época neste “link”.

LIGA NOS | J33STATGPRMVP
1-1
1-2
5-0
2-1
1-1
2-2
4-1
4-0
0-1