Eao sétimo mês, o prémio de melhor do mês na Primeira Liga foi para um treinador dos “três grandes”. Rui Vitória teve um Fevereiro 100% vitorioso, num mês que fica marcado por uma estranhíssima chicotada na Segunda Liga.

Liga NOS: Rui “100%” Vitória

Rui Vitória foi o melhor treinador no mês de Fevereiro. Num período que se avizinhava difícil, com a deslocação a Braga e a recepção ao Dortmund para a Liga dos Campeões, o treinador do Benfica conseguiu superar todos os desafios, vencendo os seis jogos e sofrendo apenas dois golos. Kostas Mitroglou, também ele premiado por nós este mês, foi o grande abono, mas Rui Vitória começa a ultrapassar definitivamente o estigma de treinador que “tropeça” quando o nível de dificuldade aumenta.

Deixando de parte o técnico encarnado, aparecem dois rookies que se estão a dar bem no ano de estreia. Nuno Manta, que no Feirense vem superando largamente o trabalho feito por José Mota, teve em Fevereiro o seu melhor mês até agora e já tem a permanência praticamente assegurada. Nos cinco jogos que disputou o mês passado, perdeu apenas um e foi imbatível nos três que jogou fora de casa.

O treinador do Paços de Ferreira, Vasco Seabra, ficou em terceiro lugar graças aos dois triunfos frentes aos dois Vitórias e a um sofrido empate em Vila do Conde.

RTG-Fevereiro-2017-PrimeiraLiga-Classificao
Clique para ampliar

Em queda acentuada estão os dois treinadores finalistas da Taça da Liga. Augusto Inácio não voltou a vencer depois da conquista do troféu no Algarve e da perda de Francisco Geraldes e Daniel Podence, enquanto Jorge Simão leva seis jogos seguidos sem ganhar, com muita ou pouca posse de bola pelo meio.

Na próxima página: o melhor da LedMan LigaPro e o “quadro de honra”