De regresso ao futebol português, aquele que foi por nós considerado o melhor treinador da época 2015/2016, Lito Vidigal, já começou a fazer “estragos”, travando o líder FC Porto, e isso vale-lhe mais um prémio RTG, desta vez mensal.

Liga NOS: De volta com a competência do costume

No desemprego após uma curta experiência em Israel, era uma questão de tempo até um clube da Primeira Liga “resgatar” Lito Vidigal para o comando da sua equipa. O timing certo coube ao Desportivo das Aves, que já começa a colher lucros da aposta. Lito foi o melhor treinador de Novembro, mês em que tirou o Aves da zona de despromoção, graças a uma vitória em Setúbal e um empate em casa contra o FC Porto. Também na Taça de Portugal o angolano cumpriu, com um goleada em Leiria.

O segundo melhor de Novembro esteve perto de levar o “ouro” pelo terceiro mês consecutivo. Abel Ferreira voltou a ter uma sequência de jogos bastante feliz, com um empate em Alvalade e o apuramento para a próxima fase da Liga Europa, e já é o melhor treinador da época até ao momento, ultrapassando Daniel Ramos.

A fechar o “pódio” fica Luís Castro. O Chaves começa a apresentar resultados e venceu os dois jogos que disputou na Liga NOS em Novembro. Como nota negativa apenas a eliminação da Taça de Portugal aos pés do Santa Clara.

RTG-Novembro-2017-PrimeiraLiga-Classificao
Clique para ampliar

A nota negativa do mês de Novembro vai para o melhor treinador da época passada, Nuno Manta. Assolado por uma onda de lesões, o Feirense perdeu os quatro jogos que fez em Novembro, dois na Liga e dois nas Taças, e já caiu para a 14ª posição.

Na próxima página: o melhor da LedMan LigaPro e o “quadro de honra”