Já não se pensa noutra coisa: como terminará o dérbi Benfica – Sporting que marca a 13ª jornada da Liga NOS 16/17? Separados por dois pontos, tudo pode acontecer. A “águia” tem a oportunidade de cimentar a liderança, mas o Sporting pode assumir a liderança, bastando para isso repetir o que conseguiu fazer três vezes (em quatro) desde que Jesus trocou de emblema: vencer os “encarnados”.

Como poderá constatar nos próximos comparativos, as diferenças estatísticas globais são mínimas, com as forças e fraquezas que caracterizam os dois rivais bem perceptíveis. Prognósticos? Ficam por sua conta, se nós já não nos atravessamos nesses caminhos habitualmente muito menos o fariamos perante os quadros que a seguir partilhamos. Que seja um bom dérbi!

Os “canhões”

Quando a bola está a jeito não perdoam. Com maior ou menor eficácia estes são os homens que mais disparam à baliza nos rivais.

goalpoint-benfica-sporting-liga-nos-201617-remates-1-infog
Clique para ampliar

Os que não perdoam

Todos já remataram pelo menos oito vezes à baliza e nem todos são avançados. E quando o fazem são os mais certeiros (maior percentagem de remates convertidos em golo).

goalpoint-benfica-sporting-liga-nos-201617-concretizacao-2-infog
Clique para ampliar

As “serpentes”

Quando levam a bola nos pés fazem tremer os marcadores e é com frequência que lhes “partem os rins”. São estes os homens que mais dribles eficazes somam a cada 90 minutos, nos rivais.

goalpoint-benfica-sporting-liga-nos-201617-drible-3-infog
Clique para ampliar

Na próxima página: dos certinhos no passe aos “incendiários”