A última etapa joga-se nos próximos dias. Quatro ficarão pelo caminho, a outros tantos abrir-se-á a porta de acesso ao avião que os levará ao sonhado (e irónico) Verão da Rússia. Olhámos para os números das oito selecções que participarão nestes dias no “play-off” europeu de acesso ao Mundial de 2018, para tentarmos perceber que países têm mais possibilidades de fazer parte do lote de 32 formações que nos irão entreter em Junho e Julho.

IRLANDA DO NORTE vs. SUÍÇA
Quinta-feira, 19:45 | Domingo, 17:00

GoalPoint-Preview-Playoffs11-Irl.Norte-Suíça-QL-MUNDIAL-2018-infog
Clique para ampliar

A Irlanda do Norte começa este “play-off” em casa, onde conseguiu cimentar a sua boa fase de qualificação – com quatro vitórias em cinco jogos, e com golos em todas as partidas, nas quais apenas perdeu pontos para a Alemanha, já após de estar assegurado o segundo lugar. Ainda assim, os irlandeses são a equipa com menos posse de bola de todas as que estiveram perto do apuramento – com 39,8% –, pelo que os suíços deverão ser a selecção dominadora durante a maior parte do tempo. Porém, esse facto não salvaguarda os helvéticos, que no passado já mostraram ser permeáveis em lances de contra-ataque. A mudança no centro da defesa para o talentoso Akanji em detrimento de Djourou, será importante para evitar tantos erros defensivos.

CROÁCIA vs. GRÉCIA
Quinta-feira, 19:45 | Domingo, 19:45

GoalPoint-Preview-Playoffs11-Croácia-Grécia-QL-MUNDIAL-2018-infog2
Clique para ampliar

Se os jogos de “play-off” costumam ser, por si, bastante cautelosos de parte a parte, quando as partidas acontecem entre duas das formações que sofrem menos golos na Europa, essas cautelas são ainda mais significativas. Com o apoio dos adeptos da casa e suportada por um meio-campo tecnicamente dotado, a Croácia deverá assumir a posse de bola e o controlo deste embate. Modric e Rakitic deverão jogar soltos para causarem problemas entre as linhas gregas, com Badelj no papel de protecção. A Grécia terá de lidar com a ausência de Manolas, e um novo elemento na linha defensiva poderá ser problemático perante alguns dos melhores intérpretes do passe no Mundo.

SUÉCIA vs. ITÁLIA
Sexta-feira, 19:45 | Segunda-feira, 19:45

GoalPoint-Preview-Playoffs11-Suécia-Itália-QL-MUNDIAL-2018-infog
Clique para ampliar

Em termos estatísticos, Suécia e Itália são duas das equipas mais equilibradas em confronto nesta série de partidas. A Suécia tem impressionado mais, devido ao facto de, no seu grupo, ter defrontado adversários de nível elevado. Os escandinavos não perderam em casa neste ciclo de apuramento e marcaram em todos os jogos, enquanto a Itália tem impressionado pouco sob o comando de Ventura, em especial desde a derrota com Espanha. Com o grande interesse na possível estreia de Jorginho, o foco reside sobretudo sobre as alas: Insigne vem de uma excelente sequência de exibições pelo Nápoles e, com o habitual titular da Suécia, Lustig, suspenso, Krafth terá uma grande responsabilidade na tentativa de travar o atacante italiano.

DINAMARCA vs. REP. DA IRLANDA
Sábado, 19:45 | Terça-feira, 19:45

GoalPoint-Preview-Playoffs11-Dinamarca-Rep.Irlanda-QL-MUNDIAL-2018-infog
Clique para ampliar

A República da Irlanda é conhecida pelo seu futebol mais físico, e o facto de disputar mais duelos aéreos do que qualquer outra equipa na zona de qualificação europeia – 40,4 por jogo – mostra isso mesmo. Contudo, os dinamarqueses não são propriamente avessos ao combate físico, com 60,9% dos duelos aéreos ganhos (mais do que a Irlanda), ao passo que são também uma das equipas com melhor eficácia nos cruzamentos de futebol corrido (27,6%). Acredito que criativos como Sisto ou Eriksen terão a astúcia de realizar muitos cruzamentos rasteiros ou atrasados, algo que complicaria a tarefa da defesa irlandesa. Os comandados de O’Neill não podem contar com alguns habituais e influentes jogadores de meio-campo, com Meyler suspenso e Hendricks possivelmente indisponível – parece que a Irlanda terá demasiados buracos para tapar e poucas possibilidades de sair deste embate incólume.