Já não é novidade para ninguém o facto de o campeonato da Turquia ser um dos melhores destinos para relançar carreiras. Após ver o que têm feito os clubes turcos a nível europeu recentemente, até contra equipas portuguesas, não será com certeza por falta de qualidade do campeonato, mas o facto é que vários jogadores rejeitados por clubes europeus, sobretudo portugueses, têm aproveitado para “ressuscitar” em solo turco.

A época passada já foi exemplo disso, com Aboubakar a ser o caso que vem mais rapidamente à cabeça pela afirmação que tem tido no regresso ao Porto, mas já em 2016/17 tinha havido mais nomes conhecidos em destaque. Estes foram os dez melhores jogadores da SüperLig na temporada passada, de acordo com os GoalPoint Ratings:

#JogadorClubeGP Rating
1Anderson TaliscaBesiktas6.83
2BrumaGalatasaray6.69
3Wesley SneijderGalatasaray6.39
4Ricardo QuaresmaBesiktas6.36
5EmreBasaksehir6.35
6Diego ÄngeloAntalyaspor6.27
7Tolgay ArslanBesiktas6.24
8Tolga CigerciGalatasaray6.22
9Okay YokusluTrabzonspor6.21
10RamonAntalyaspor6.20

Anderson Talisca, dispensado e emprestado pelo Benfica, foi o melhor jogador do campeonato, com Bruma e Ricardo Quaresma, dois extremos formados no Sporting, a serem os melhores da Liga entre os alas. O já referido Aboubakar, apesar de estar fora do “top 10” (foi 17º), foi o melhor entre os pontas-de-lanças, e até Diego Ângelo (ex-Naval) foi o melhor defesa-central.

Tal como a Liga NOS, a Liga turca 17/18 encontra-se neste momento na oitava jornada, e a tendência da estação anterior mantém-se. Há cinco jogadores provenientes de Portugal entre os que compõem o “onze” ideal do campeonato até ao momento. Todos eles são dispensados dos grandes, mais particularmente do Sporting (três) e do FC Porto (dois).

GoalPoint-Best-XI-Superlig-201718-Turkey-R8-infog
Clique para ampliar

Beto (Göztepe) 6.17 – O Göztepe subiu de divisão este ano e ocupa o segundo lugar da tabela classificativa, apenas atrás do Galatasaray. Grande parte do mérito tem que ser atribuído a Beto, o terceiro guarda-redes com melhor percentagem de remates enquadrados defendidos da Liga (71,4%), sendo que 68% dos mesmos foram remates colocados. Some-se ainda o facto de não ter falhado qualquer saída (pelo ar ou pelo solo) e perceba-se a excelente forma do português.

Miguel Lopes (Akhisar) 6.28 – Já tinha sido um dos melhores laterais do campeonato na época anterior e este tem sido o ano da sua confirmação “turca”. Aos 30 anos, e agora desvinculado por completo do Sporting, Miguel Lopes continua a mostrar-se um lateral-direito muito completo, sendo o segundo melhor do campeonato no que diz respeito aos dribles eficazes (apenas atrás de outro português, Tiago Lopes) e o terceiro no que concerne respeito aos desarmes (3,4 / 90m). Também já leva uma assistência.

Maicon (Galatasaray) 6.03 – Após uma breve passagem pelo São Paulo, Maicon está, aos 28 anos, de regresso à Europa para experimentar outro campeonato. A experiência na Turquia não podia estar a correr melhor. Para além de liderar o campeonato isolado, jogou todos os minutos da prova e já marcou três golos em apenas oito encontros. Tendo em conta que possui nacionalidade portuguesa, e que dois dos centrais habitualmente convocados por Fernando Santos actuam no mesmo campeonato, porque não pensar nele para a selecção nacional?

Atila Turan (Kayserispor) 5.91 – Já poucos se lembrarão dele mas teve, durante duas épocas e meia, contrato com o Sporting, clube pelo qual nunca se chegou a estrear na equipa A. Do Sporting saiu para a sua terra-natal, onde jogou no Reims, e agora aos 25 anos está a ter uma aventura no Kayserispor. Aí, já leva um golo e uma assistência em apenas cinco jogos, e tem sido um talismã para a sua equipa, que sofreu apenas quatro golos com ele em campo.

Ricardo Quaresma (Besiktas) 6.58 – Tal como na época passada, está entre os cinco melhores do campeonato turco. Apesar de ainda não somar qualquer assistência, é o jogador com melhor média de passes para finalização do campeonato (3,4 / 90m), a par de outro ex-FCP, Josué, e faz uma média de 8,5 cruzamentos a cada jogo, com uma eficácia de 15%. Nos dribles, também aparece no “top 5”, com 2,8 a cada 90 minutos. Bitola sempre elevada.

Menções honrosas

Fora do “onze” ideal, mas entre os 30 melhores do campeonato, aparecem mais cinco jogadores que já passaram pela Liga NOS.

Fernando (Galatasaray) 6.09 – Segundo melhor médio-defensivo, atrás de Emre. É o jogador com mais acções com bola a cada 90 minutos (99,1) e o segundo com melhor eficácia de passe (90,7%).

Souza (Fenerbahçe) 6.07 – Mais um brasileiro ex-FCP. Souza está no “top 10” entre os jogadores com mais desarmes (3,7 / 90m), intercepções (2,8 / 90m) e recuperações de posse (8,0 / 90m).

Josué (Osmanlispor) 6.03 – Já leva duas assistências e é, a par de Quaresma, o maior criador de ocasiões de finalização do campeonato (3,8 / 90m). Regista ainda 71% de eficácia nos dribles.

Anderson Talisca (Besiktas) 6.03 – Mesmo fazendo uma época abaixo da anterior mantém bons números. Só Vágner Love (4,3 / 90m) remata mais que ele (4,1) e já leva dois golos e duas assistências.

André Castro (Göztepe) 5.96 – Mais um jogador a quem nunca foi dado o devido valor em Portugal. O português é um médio completo, que já soma um golo e três assistências no campeonato.