O Porto empatou 1-1 na casa do Besiktas e manteve vivas as esperanças de passar aos oitavos-de-final da Liga dos Campeões, no Grupo G. Da partida há muita coisa a retirar, entre elas as prestações de dois defesas-centrais em confronto, o portista Felipe e o internacional português dos turcos, Pepe.

Ambos têm detalhes em comum. Para além de um representar os “dragões” e outro já o ter feito, no final os dois foram os melhores em campo. Felipe foi mesmo o MVP, porque marcou um golo que lhe permitiu passar Pepe por centésimas, no GoalPoint Ratings7.1 para o “dragão”, 7.0 para o “turco”. Aliás, nesta quinta jornada, os números da exibição dos dois defesas andaram muito próximos: ambos remataram uma vez, e enquadrada; registaram eficácias de passe semelhantes (79% para Felipe, 77% para Pepe), disputaram quase o mesmo número de duelos individuais (12-13), somaram as mesmas recuperações (5) e até nas intercepções foram quase gémeos (4-2).

Contudo, as coincidências entre os dois não se ficam por aqui e vão bem para além desta partida, como pode conferir a seguir no acumular das cinco jornadas disputadas até agora na fase de grupos da “Liga Milionária”.

GoalPoint-Top-Clearances-UCL-201718-R5-infog
Clique para ampliar

Pepe e Felipe estão ambos no “top 5” dos jogadores presentes esta temporada na Liga dos Campeões no que toca ao número absoluto de alívios. Pepe é o terceiro, com 35 – os mesmos que os dois líderes nesta variável, mas com mais minutos jogados -, enquanto Felipe soma 32. Números de relevo para uma competição como a Liga dos Campeões. Mas há mais detalhes a ter em conta:

  • Pepe regista 7,0 alívios a cada 90 minutos, um pouco acima dos 6,6 de Felipe, sendo que o português fá-lo tanto com os pés como com a cabeça (3,6) e o brasileiro mais com a cabeça (4,2).
  • O internacional português e o defesa brasileiro estão também no “top 10” dos jogadores que mais bloqueios de remate realizaram até agora, dando assim o “corpo às balas” pelas suas equipas: Pepe (3º neste ranking) regista nove, Felipe (7º) tem sete bloqueios.
GoalPoint-Felipe_2017_vs_Pepe_2017-infog
Desempenho comparado entre Felipe e Pepe na UCL 2017/18 (clique para ampliar)
  • No comparativo entre ambos, o GoalPoint Rating é muito semelhante, com Felipe a registar 6.20, Pepe com 6.28.
  • Ambos têm uma percentagem de eficácia de passe não muito diferente: Felipe com 88%, Pepe com 91%.
  • Nas intercepções a cada 90 minutos, o portista regista uma ligeira vantagem: 2,8 para 2,6.

O central brasileiro confirma assim a qualidade que já havia assinalado na temporada passada, sendo natural a crescente dificuldade que o FC Porto terá para segurar este central de “nível Champions”.