A grande final chegou, e com ela o final da Fantasy League RealFevr / GoalPoint e, consequentemente, das preciosas (? your call) dicas que convosco partilhei ao longo da campanha. Vamos fechar em beleza?

Em Milão teremos somente uma certeza: o vencedor será espanhol. Pela terceira vez, de forma consecutiva. A quinta nas últimas oito edições. Se juntarmos os resultados na Europa League, também cinco em oito, é assustador o domínio deste país nas competições europeias. A Supertaça europeia começa a parecer uma versão melhorada da Super Copa espanhola.

O vosso Fantasista sabe que as derradeiras cinco finais da Champions registaram sempre golos em ambas as balizas, mas mesmo assim aposta, mais uma vez, na consistência defensiva, e na nona “clean sheet”, do Atlético de Simeone. Passemos então às imagens reflectidas na minha bola de cristal.

Jan Oblak (€5.1m) e Filipe Luís (€5.0m)

Contabilizando apenas a fase a eliminar, precisamente quando a RealFevr abriu as portas da Fantasy UCL, facilmente vislumbramos o duo Oblak e Filipe Luís no Top-10 dos jogadores mais pontuados.

O ex-keeper benfiquista ocupa a quarta posição com 30 pontos, somente dois pontos menos que Ronaldo (!). A sua média de cinco pontos por jogo resulta de quatro “cleanies” e um penálti defendido. Aquele! O momento decisivo da eliminatória.

Já o lateral esquerdo, dono de um dos piores penteados da Champions, posiciona-se no sexto lugar com 28 pontos. Filipe soma as mesmas quatro clean sheets mas conta com o único retorno ofensivo entre os defensores do Atlético nesta fase, uma assistência proveniente da grande penalidade assinalada frente ao Barcelona.

Oblak é sem dúvida alguma uma das razões, ou talvez mesmo a razão, pela qual o Atlético conseguiu chegar a esta final, bem como discutir a La Liga até à penúltima jornada. Ele é o único denominador comum nos 50 jogos realizados em ambos os percursos. Ele é o totalista!

A juntar à festa, temos este dado absolutamente incrível: 32 clean sheets. Entrar em campo ao lado do eslovaco significa não sofrer golos em 64% das vezes. E se colocarmos Diego Godin na equação este número fantástico ascende aos 69% (29 cs em 42 jogos). Divinal. Esta equipa do El Cholo

Para finalizar, deixo-vos a estatística do dia:

– Desde 2014 em Lisboa, Atlético e Real defrontaram-se em 10 ocasiões. O Real Madrid só venceu uma (curiosamente na UCL) e Ronaldo só marcou dois golos (um de penalti).

Fantasista out. Espero que tenham gostado!

Fantasy League RealFevr GoalPoint