Finalmente estão de regresso os sempre tão populares 10.0. Após Neymar e Messi (duas vezes cada), Agüero, Brozovic e Gonçalo Guedes, foi a vez de mais um jogador do Inter atingir o “Olimpo” dos GoalPoint Ratings.

 

IVAN PERISIC (Inter) 10.0

GoalPoint-Inter-Chievo-Italian-Serie-A-201718-MVP
Clique para ampliar

A recepção do Inter ao Chievo adivinhava-se fácil, mas não tanto assim. O Inter chegou ao final da partida com um total de… 40 remates, e Perisic foi responsável por oito deles.

De entre esses oito disparos saiu um “hat-trick”, complementado ainda com cinco passes para finalização, o segundo melhor registo do jogo a seguir ao seu compatriota Brozovic. Certo, Perisic podia ter estado mais certeiro nos cruzamentos mas… who cares?

 

KINGSLEY COMAN (Bayern) 9.9

GoalPoint-Bayern-Hannover-German-Bundesliga-201718-MVP
Clique para ampliar

Da Alemanha chega o francês Kingsley Coman, com o GoalPoint Rating mais frustrante de todos.

Na recepção ao Hannover, o extremo-esquerdo anotou o segundo golo da sua equipa após um brilhante primeiro toque na recepção a um cruzamento e foi um pesadelo constante. Criou duas ocasiões flagrantes e somou oito dribles eficazes, mais do que os seus colegas juntos. Como se não bastasse, ainda foi o jogador que mais vezes recuperou a posse de bola (10).

 

NEYMAR (Paris SG) 9.1

GoalPoint-Paris SG-Troyes-French-Ligue-1-201718-MVP
Clique para ampliar

O Paris Saint-Germain sofreu uma surpreendente derrota no último fim-de-semana, mas Neymar brilhou a meio da semana, na recepção ao Troyes.

Num jogo em que somou 119 acções com bola, o brasileiro aumentou o seu pecúlio na Ligue 1 para nove golos, e concretizou 11 das suas 14 tentativas de drible. Não foram mais porque foi travado em falta oito vezes, três delas em zonas perigosas. O que está lá a fazer, mesmo?

 

KEVIN DE BRUYNE (Manchester City) 8.9

GoalPoint-Man City-Southampton-English-Premier-League-201718-MVP
Clique para ampliar

Tal como Neymar, também o belga De Bruyne não desaproveitou a pausa na Liga dos Campeões para brilhar a uma quarta-feira.

Na recepção ao Southampton, esteve envolvido directamente nos dois golos da sua equipa, marcando e assistindo, mas mais impressionante que isso foi o número de finalizações que providenciou aos seus colegas: nove. Um recorde da Premier League esta época, que ganha ainda mais relevo por também ter sido o mais rematador da partida.

 

DAVID DE GEA (Manchester United) 8.7

GoalPoint-Arsenal-Man Utd-English-Premier-League-201718-MVP
Clique para ampliar

Por falar em recordes, apresentamos-lhe o de defesas, também da Premier League. O autor: David de Gea.

Foram 14 as paradas do espanhol, num “massacre” do Arsenal ao United de Mourinho, que só teve bom resultado para os “red devils” por causa de uma inspiradíssima exibição do seu guarda-redes. Oito das 14 defesas foram a remates executados já dentro da grande área, o que só mostra ainda mais o mérito do espanhol.

 

QUADRO RESUMO:

GoalPoint-Tops-ot-EuroTops-Round-171204-infog
Clique para ampliar