Esta até os leitores mais novos se recordam. Há 12 anos as cidades cobriam-se de bandeiras nacionais nas janelas e varandas e Portugal recebia em Alvalade a Holanda de Van der Saar, Davids e Nistelrooy, um elenco no papel bem mais assustador do que o “onze” do País de Gales que hoje se atravessa no caminho “luso”.

Eis os GoalPoint Ratings e números da tarde, caso por essa altura já cá andássemos:

História Euro | Euro 2004... como uma força!
Clique para ampliar

Nem um autogolo do excepcional Jorge Andrade impediu aquilo que todos queriam: a presença de Portugal na final… que ninguém quer recordar. Maniche, já “bochechudo” mas ainda a jogar que se fartava marcou um golaço e Cristiano estabeleceu um recorde batido apenas por Renato Sanches há poucos dias: o de mais jovem jogador a marcar na fase a eliminar de um Campeonato Europeu.

No final só se ouviria a voz de Nelly Furtado. E mais logo como vai ser?