São milhares. Muitos mais do que aqueles que ilustram este editorial. Uns profissionais de carreira feita, outros mais jovens, percorrendo o caminho em busca do sucesso. Todos têm duas coisas em comum: jogam futebol e acompanham, muitos de forma apaixonada, o nosso trabalho.

O jogador de futebol é presa fácil do estereótipo. Não têm formação, dizem uns. Só ligam a automóveis, mulheres e renovações contratuais, dizem outros. Uns dizem ainda que são apenas burros. E, no entanto, muitos são os jogadores que, de forma mais clara e recorrente, mostram apreço pela forma inovadora como desde 2014 abordamos o futebol português (e não só). Afinal, os jogadores lideram no gosto por algo que ainda gera alguma resistência noutros sectores e em certas mentalidades menos dadas à “calculadora”.

XabiAlonsoNão são os únicos, é certo. São vários os clubes, treinadores, dirigentes e agentes que já percebemos que não só acompanham como valorizam a abordagem que a GoalPoint trouxe ao futebol nacional, em particular na valorização e visibilidade do trabalho produzido em campo pelos seus “artistas” e “maestros”. Mas (ainda) nada que se compare à adesão protagonizada pelos jogadores.

Da nossa parte fica o agradecimento sincero e a promessa de que cá estaremos para, com a imparcialidade e objectividade de sempre, lhes dar conta do que produziram, minuto a minuto, sobre a relva.

Obrigado, “craques”, contem connosco!

GoalPoint-Jogadores-2017-2-1200
Clique para ampliar
PARTILHAR
Pedro Cunha Ferreira
Desempenhou entre 2011 e 2013 os cargos de Secretário-Geral da SAD do Sporting Clube de Portugal, Director da Equipa B e da Academia Sporting. É um dos fundadores da GoalPoint Partners.