Han Kwan-Song. Os apreciadores do modo carreira de FIFA 18 terão sido os primeiros a ser surpreendidos por este nome, ao encontrá-lo entre os nomes que os “scouts” de imediato apontam como tendo enorme potencial. Agora são os “viciados” em Football Manager 2018 a descobrir o mesmo, sendo que já houve quem confirmasse que, no popular videojogo de gestão futebolística, Han figurará nos mais valiosos do mundo, lá para a época 2027/28. Quem é afinal Kwan-Song? Que promessa deixa ao ponto de motivar idêntica previsão de potencial nas equipas de pesquisa dos dois videojogos de futebol mais populares?

FM18 Sim: 2028 Most Valuable Players

10 Most Valuable Players in 2028 according to Football Manager 18… some surprising names in this list! 👀

Publié par COPA90 sur vendredi 10 novembre 2017

Kim-Jong-un abriu-lhe as portas da Europa…

Han Kwan-Song faz parte de um lote de jogadores a quem o regime norte-coreano deu autorização de prosseguir carreira em Itália, após uma polémica visita de uma comitiva de empresários a Pyong-Yang, em 2014. Na sequência dessa visita, o regime de King-Jong-un firmou um acordo com uma academia de Perugia que permitiu que um grupo de jovens locais partisse à aventura do futebol italiano, entre eles Han, em 2015.

Antes mesmo da maioridade, obtida já em território italiano , o promissor asiático suscitava já o interesse de Manchester City, Arsenal e Ajax, mas foi pelo Cagliari que assinou, causando impacto imediato ao serviço da equipa “Primavera” (escalão júnior) e tendo a oportunidade de se tornar no primeiro norte-coreano a estrear-se na Serie A, o que fez dele também o primeiro conterrâneo a alinhar numa das cinco principais Ligas europeias.

Mas Han não se ficaria por aí: uma semana depois tornou-se também no primeiro norte-coreano a marcar um golo na Serie A, frente ao Torino. O Cagliari decidiu emprestá-lo ao Perugia na época em curso e o seu arranque de época parece deixar o convite a seguirmos o seu percurso com toda a atenção: leva já seis golos e uma assistência em 801 minutos jogados (11 encontros).

…mas dificilmente lhe dará asas para voar

Mas se as dificuldades de adaptação parecem ser um mito para Kwan-Song, a verdade é que para atingir o potencial que o mundo do futebol parece identificar, o jovem terá ainda de enfrentar alguns desafios relacionados com a sua liberdade pessoal, como o comprovam uma suposta proibição recente de prestar declarações aos media por parte do regime norte-coreano e as dúvidas e a suspeita de que 70% do seu vencimento (e de outros conterrâneos abrangidos pelo mesmo programa) é assumido pelo Estado do seu país-natal, a qual terá já originado um inquérito parlamentar em Itália.

Pelo caminho, Han define os seus ídolos: Paulo Dybala e o “nosso” Cristiano Ronaldo. O norte-coreano de 1,78m joga preferencialmente a ponta-de-lança ou segundo avançado, e materializa na mobilidade, inteligência e qualidade técnica os sinais que vão prendendo a atenção de todos os que o vêem jogar.