A “crise” leonina está, neste momento, no epicentro da discussão futebolística nacional, face a uma quebra de rendimento do Sporting, real e quantificável. Se por um lado se fala em “emagrecimento” de um plantel que constituiu uma forte aposta de mercado no último defeso, por outro há quem aponte o dedo a alguns jogadores mais influentes, afirmando o seu sub-rendimento, em particular os campeões europeus Adrien e William Carvalho.

GoalPoint-Check-up-Sporting-Liga-NOS-201617-J17-infog
Clique para ampliar

O (suposto) problema é identificado não só por adeptos mas também por comentadores, sendo que no dia anterior à publicação desta análise o experiente treinador Manuel José declarava na televisão que, por exemplo, William “arrasta-se em campo”. Apenas um de muitos exemplos de uma “verdade” que parece ter ganho fôlego após ocorrências (declarações dos jogadores ao canal do clube) que nada têm a ver com o futebol jogado.

Como é habitual nestes casos, gostamos de levar estas afirmações ao “teste dos números”, de modo a perceber se o (mais que provável) “achómetro” com que são proferidas sai confirmado ou desmentido pela realidade. É o chamado Football MythBusters GoalPoint, que desta vez testa a seguinte ideia: estão William e Adrien abaixo do desempenho que ofereceram ao Sporting na última época? Seguem-se as conclusões mas antes mesmo de as apresentarmos eis o que pensam sobre o assunto os nossos leitores:

 William Carvalho em baixa? 

A identificação a “olho” de William como um dos problemas actuais do Sporting é aquele que gera maior estranheza, mesmo antes de apurarmos os dados específicos relativos ao jogador. Basta termos em conta que o médio iniciou a época passada com bastante atraso (fase durante a qual Adrien cumpriu as suas funções com distinção) para se perceber que, provavelmente, quem encontra no “trinco” sinais de quebra provavelmente apenas se recordará do final da temporada anterior.

Eis os números de William na primeira volta da Liga, comparados com a média do seu desempenho na Liga 2015/16:

GoalPoint-William-Carvalho-Sporting-Liga-NOS-201617-infog
Clique para ampliar

Os números desmentem totalmente a ideia de um William em sub-rendimento na presente temporada. O médio consta aliás nos nossos 33 melhores da primeira metade da Liga, algo que não sucedeu em 2015/16. Quem reclamava um William mais ofensivo está a ter a resposta, patente nos números: mais remates e mais certeiros, maior acerto de passe no meio-campo adversário e o mesmo número de assistências somadas em toda a época anterior.

Até as supostas quebras de eficácia defensiva são de pouca expressão, face à clara melhoria global de William, que passou a contribuir mais na fase ofensiva leonina e logo numa época em que esta está bem menos fulgurante do que o foi há um ano.

Mas não estará então William em quebra nos últimos jogos, com essa “memória” recente a justificar a conclusão submetida a teste?

GoalPoint-Ratings-William-Carvalho-Liga-NOS-201617-infog
Clique para ampliar

A resposta é novamente “não”. William tem mantido um nível ligeiramente ascendente ao longo da época, sendo que os seus jogos menos produtivos sucederam à 7ª e 9ª jornadas, logo longe da “fase negra” que motiva esta discussão. Se tivermos em conta tudo isto e ainda o facto de William ser um dos únicos dois jogadores leoninos com três prémios Melhor em Campo GoalPoint Ratings na primeira volta, a conclusão é de que o sub-rendimento do médio-defensivo face à 2015/16 é um…

 Mito 

Na próxima página: o teste prossegue com Adrien Silva