🔟 curiosidades que ficam da 1ª volta da Liga NOS

-

A primeira volta da Liga NOS chegou ao fim e é a altura certa para fazer um primeiro balanço intercalar do campeonato português em termos estatísticos. Os factos mais evidentes são de todos conhecidos: o Benfica segue na frente e com o melhor ataque, o FC Porto em segundo e com uma defesa de betão (e algum desperdício na frente). O Sporting esse tenta recuperar de uma clara quebra de desempenho face à época 15/16. Os números que ajudam a perceber estas realidades já foram por nós publicados.

Leia também: Os 33 magníficos da 1ª volta da Liga NOS 2016/17

Porém, ao longo destes meses, as características de cada equipa tornam-se evidentes através de alguns números que diferenciam cada emblema a nível colectivo. Dos cantos aos cartões, da posse de bola aos passes certos, há inúmeras curiosidades a conhecer sobre estas 17 rondas da Liga. Confira algumas das principais, que destacamos em baixo.

GoalPoint-Benfica-Mitroglou
O Benfica não terminou nenhum jogo sem marcar nas 17 jornadas

  • O FC Porto foi a equipa que mais ocasiões criou de todas as formações em prova, 229 (ou 13,5 por jogo), e foi também a que mais oportunidades flagrantes de golo conseguiu construir, 37 (2,2 por partida) – o segundo nas ocasiões, o Benfica, registou 207, enquanto o Sporting conseguiu 24 oportunidades flagrantes.
  • Benfica e V. Guimarães são as únicas equipas com mais vitórias fora do que em casa. Os vimaranenses ganharam seis vezes na condição de visitante e três como visitado; o Benfica venceu sete vezes fora de portas, seis em casa.
  • Moreirense e FC Porto são os emblemas em cujos jogos mais vezes se marcaram três ou mais golos, em dez ocasiões. Já Belenenses e Estoril foram as formações que mais vezes viram jogos seus registar um máximo de dois tentos (marcados e sofridos), com 14 e 13 cada.

… ao invés, o Porto soma quatro jogos que terminaram 0-0

  • O Benfica é a equipa que mais vezes inaugurou o marcador nos seus jogos (13 vezes), Estoril Praia e Tondela as que menos vezes o fizeram, quatro cada – as “águias” também registam o maior número de vezes em que marcaram por último, 13.
  • O FC Porto é o conjunto que mais vezes empatou 0-0, em quatro ocasiões, sendo que quatro formações – Benfica, Arouca, Moreirense e Rio Ave não registaram qualquer nulo nestas 17 jornadas (o Sporting somou um).
  • O Sporting é a formação que mais passes eficazes fez no último terço do terreno, média de 122,6 por jogo, seguido de perto pelo Porto (122,5). O Benfica é terceiro com 102,9, enquanto a equipa que menos acerta entregas nesta zona é o Arouca, com 48,2.

O Sporting é o “rei” dos cantos

  • Os “leões” são também a formação que mais cantos ganha por partida, 8,3, também seguido de perto pelo Porto (8,1), o que se explica facilmente pelo facto de ambas privilegiarem bastante o jogo pelas faixas laterais. O Nacional (7,2) é a equipa que mais cantos cede, o Sporting a que o faz menos vezes (3,0).
  • Os homens de Alvalade são também os que registam melhor média de posse de bola, 66%, contra 63% do Benfica e 62% do Porto. Apesar do bom campeonato, o Chaves é a equipa com menos bola até ao momento (41%).
  • O Tondela é a equipa que mais vezes caiu em situações de fora-de-jogo, 44 (2,6 por partida), seguido pelo Nacional, com 42. Moreirense (19) e Rio Ave (21) são as que menos vezes registam offsides Porto tem 40, Sporting 37 e Benfica 29.
  • Em termos disciplinares, o Chaves é a formação mais faltosa, com 341 (20 por jogo), e a que menos infracções comete é a do Benfica (228). Ao invés, os jogadores do V. Setúbal são os que mais faltas sofrem (312), o oposto do Estoril (230), enquanto os dos Feirense foram os que mais amarelos viram 49 e os do Nacional os que registam o maior número de cartões vermelhos directos (3).
Pedro Tudela
Pedro Tudela
Profissional freelancer com 19 anos de carreira no jornalismo desportivo, colaborou, entre outros media nacionais, com A Bola e o UEFA.com.
GoalPoint

GRÁTIS
BAIXAR