10 nomes em destaque no palco da Liga das Nações 🏅

-

Desta vez a Liga das Nações não caiu para o lado de Portugal. Os detentores da prova não conseguiram ir além de uma fase de grupos que, mesmo separada por “divisões”, produziu momentos de excelente nível, golos e jogos de qualidade. Os craques, os mais sonantes, já todos conhecem e voltaram a não desiludir, mas esta é uma prova “democrática”, que nos permitiu acompanhar o talento de nomes menos conhecidos.

Assim elaborámos um Top 10 de jogadores de perfil menos sonante – com um mínimo de 270 minutos de utilização -, e com um valor de mercado menos significativo (com base no Transfermarkt), e que, ao longo destas seis rondas, mostraram o que têm para oferecer. Acompanhe-nos nesta análise.

Ethan Ampadu

Idade: 20 anos
Clube: Sheffield United
Selecção: País de Gales
Valor de mercado: €9M

GoalPoint-UEFA-Nations-League-2018-Ethan-Ampadu-infog
Clique para ampliar

O País de Gales garantiu a subida à Liga A, onde estão as principais selecções, vencendo o Grupo 4 da Liga B com apenas um golo sofrido. A consistência defensiva apresentada não é alheia à competência e polivalência de Ethan Ampadu, que foi alternando utilizações a médio-defensivo e a defesa-central. Este jovem de apenas 20 anos joga actualmente no Sheffield United, emprestado pelo Chelsea, e é um valor seguro nos duelos aéreos defensivos, que ganha com relevante frequência, e possui uma invejável capacidade no desarme. Também com bola mostra-se capaz de iniciar a construção desde zonas recuadas com grande qualidade, algo que acompanha com uma precisão de passe invejável.

Leandro Barreiro Martins

Idade: 20 anos
Clube: Mainz
Selecção: Luxemburgo
Valor de mercado: €4M

GoalPoint-UEFA-Nations-League-2018-Leandro-Barreiro-Martins-infog
Clique para ampliar

O luxemburguês, com dupla nacionalidade angolana, de 20 anos, foi uma das principais peças da selecção do Grão-Ducado, que por três pontos não conseguiu a subida à Liga B. Os vários anos que leva no Mainz, da Bundesliga, dão-lhe a experiência necessária para ser o “patrão” do Luxemburgo. Sentido posicional e uma ampla cobertura do terreno permitem-lhe recuperar muito jogo e a sua energia constante ajudaram-no a terminar esta Lida das Nações com relevantes 3,2 desarmes por 90 minutos. Precisa de melhorar a qualidade do passe, ainda assim, integra-se bem em zonas ofensivas e não raras vezes oferece situações de finalização aos seus colegas.

Grigoris Kastanos

Idade: 22 anos
Clube: Frosinone
Selecção: Chipre
Valor de mercado: €750m

GoalPoint-UEFA-Nations-League-2018-Grigoris-Kastanos-infog
Clique para ampliar

O facto de ter feito toda a formação na Juventus, de Itália, atesta a qualidade do jovem médio cipriota que, apesar de jogar no modesto Frosinone, da Serie B transalpina, mantém a ligação à “vecchia signora”. O Chipre caiu para a Liga D, sendo último no Grupo 1, mas Kastanos fugiu à mediania. Não é um jogador alto ou robusto (1,79m, 71kgs), mas revela excelente equilíbrio e posicionamento físico nos duelos, o que lhe permite ganhar muitas situações de choque. Um médio-centro com grande capacidade para transportar a bola para zonas ofensivas, usando a sua velocidade e qualidade de drible, tentando daí a sua boa meia-distância.

Jānis Ikaunieks

Idade: 25 anos
Clube: Riga FC
Selecção: Letónia
Valor de mercado: €400m

GoalPoint-UEFA-Nations-League-2018-Jānis-Ikaunieks-infog
Clique para ampliar

Terceira no Grupo 1 da Liga D, a Letónia teve em Ikaunieks um dos seus melhores executantes. Três dos oito golos apontados pela equipa foram da autoria deste médio-ofensivo, que pode jogar no centro ou nas alas. Só o avançado Vladislavs Gutkovskis (3,4) registou mais remates por 90 minutos nesta equipa do Báltico. O médio compensa a sua menor capacidade física com boa técnica, que se mostra de forma mais exuberante na forma exímia como cobra livres directos (embora não tenha convertido nenhum nesta fase de grupos.

Attila Szalai

Idade: 22 anos
Clube: Apollon Limassol
Selecção: Hungria
Valor de mercado: €800m

GoalPoint-UEFA-Nations-League-2018-Attila-Szalai-infog
Clique para ampliar

A central ou a defesa-esquerdo, Attila (não o Huno) foi um dos mais consistentes jogadores de uma Hungria que não só se apurou para o Euro 2020 (onde irá defrontar Portugal), como garantiu a promoção à Liga A, ao vencer o Grupo 3, à frente da Rússia. Szaslai compensa alguma falta de velocidade e versatilidade física com um bom posicionamento e com fortes qualidades na marcação, fruto do grande porte físico – 1,92m, o que não o favoreceu sobremaneira nos duelos aéreos defensivos ao longo da prova. Os seus 2,8 desarmes por 90 minutos e as 2,6 intercepções são um bom cartão-de-visita para um jogador ainda com uma bela margem de progressão e que tem já os turcos do Galatasaray na sua peugada.

Damjan Šiškovski

Idade: 25 anos
Clube: Doxa
Selecção: Macedónia do Norte
Valor de mercado: €300m

GoalPoint-UEFA-Nations-League-2018-Damjan-Šiškovski-1-infog
Clique para ampliar

O sucesso na qualificação para o Euro 2020 não teve seguimento na Liga das Nações, onde a Macedónia do Norte manteve o seu lugar na Liga C. Damjan Šiškovski não conseguiu manter a sua baliza inviolada em nenhum dos seus jogos, mas os números finais deste guardião de 1,93m são de respeito, nomeadamente as 3,6 defesas por 90 minutos – normais numa equipa sujeita a bastante pressão -, os 70% de remates enquadrados que travou e o facto de 80% das suas defesas terem sido seguras. Aos 25 anos, este é um guardião para seguir com atenção nos próximos anos.

Manor Solomon

Idade: 21 anos
Clube: Shakhtar Donetsk
Selecção: Israel
Valor de mercado: €7M

GoalPoint-UEFA-Nations-League-2018-Manor-Solomon-infog
Clique para ampliar

Israel manteve-se na Liga B, não conseguindo a promoção, apesar de ter nas suas fileiras um jogador já com algum cartaz a nível de clubes, pois actua no Shakhtar Donetsk, de Luís Castro, onde acumula experiência na Champions League. Manor Solomon é, acima de tudo, um jogador versátil, que pode actuar a médio-centro/ofensivo, a extremo/médio-esquerdo e até a ponta-de-lança móvel. É extremamente veloz, possui um controlo de bola muito acima da média e capacidade invejável no drible, em velocidade ou em pequenos espaços. Quando encostado à esquerda gosta de flectir para o meio, para aplicar o seu remate colocado de pé direito. Nesta fase de grupos destacou-se precisamente no drible, com incríveis 89% de eficácia numa média de 6,0 tentados por 90 minutos – um total de 5,3 completos, máximo entre jogadores com mínimo de 270 minutos, logo à frente dos 4,2 de Kylian Mbappé. Em 2018 noticiou-se o interesse do Benfica no jogador, que acabou por rumar à Ucrânia.

Sead Hakšabanović

Idade: 21 anos
Clube: IFK Norrköping
Selecção: Montenegro
Valor de mercado: €2M

GoalPoint-UEFA-Nations-League-2018-Sead-Hakšabanović-infog
Clique para ampliar

Montenegro garantiu a subida à Liga B e três dos dez golos que a equipa dos Balcãs fez nesta fase de grupos saíram de assistências de Hakšabanović, que terminou com uma média apreciável de 2,7 passes para finalização por 90 minutos. A facilidade com que dribla permitiu-lhe concluir 69% das 4,3 tentativas, num jogador que, encostado preferencialmente ao flanco esquerdo, gosta de flectir para o meio, com rápidas mudanças de velocidade, e rematar de pé direito. Só o consagrado Stevan Jovetić, com 6.78, teve um melhor rating entre os montenegrinos.

Evgeni Yablonski

Idade: 25 anos
Clube: BATE Borisov
Selecção: Bielorrússia
Valor de mercado: €850m

GoalPoint-UEFA-Nations-League-2018-Evgeni-Yablonski-1-infog
Clique para ampliar

A médio-centro ou médio-defensivo, Evgeni Yablonski é, acima de tudo, um poço de trabalho constante. Capaz de preencher uma grande amplitude de terreno, terminou esta fase de grupos como uma das referências de uma Bielorrússia que falhou por um ponto a subida à Liga B. Não só se integra bem nos momentos ofensivos (2,0 remates por 90 minutos no Grupo 4 da Liga C), como está em todo o lado quando a equipa não tem a bola, registando 5,4 acções defensivas completas. Precisa de melhorar o passe para se tornar num jogador mais completo.

Brandur Hendriksson Olsen

Idade: 25 anos
Clube: Helsingborgs
Selecção: Ilhas Faroé
Valor de mercado: €400m

GoalPoint-UEFA-Nations-League-2018-Brandur-Hendriksson-Olsen-infog
Clique para ampliar

As Ilhas Faroé – sim leu bem – fornecem o jogador em análise com melhor GoalPoint Rating. A actuar no campeonato sueco, este médio, que pode actuar tanto na esquerda como no centro, foi o motor de uma selecção insular que conseguiu a promoção à Liga C, sem qualquer derrota (três vitórias e outros tantos empates). Brandur Hendriksson Olsen mostrou-se pela facilidade de remate, pela qualidade do passe, mas também pela ajuda defensiva. Aos 90 minutos do jogo da primeira jornada do grupo, na recepção a Malta, Brandur fez o golo da vitória por 3-2, na conversão exemplar de um livre directo, uma das suas especialidades.

GoalPoint
GoalPoint
O GoalPoint.pt é um site produzido pela GoalPoint Partners, uma start-up especializada em análise estatística de futebol, que oferece serviços dirigidos a profissionais, media, patrocinadores/anunciantes e adeptos.
GoalPoint

GRÁTIS
BAIXAR