[artigo originalmente publicado a 3 de Junho de 2019]

O azar de uns é a sorte de outros. Nada o comprova melhor do que as equipas recém-despromovidas que se tornaram num autêntico “mercado” para equipas de maior dimensão no mercado de transferências. Tendo isso em conta, fomos à procura de alguns dos melhores jogadores que não conseguiram a manutenção nos melhores campeonatos europeus, e que poderão tornar-se verdadeiras “pechinchas” para clubes de outras ambições este Verão. Há dois jogadores da Liga NOS à espera de dar o salto.

Emiliano Velázquez – Defesa-central – Rayo Vallecano

GoalPoint-Spanish-La-Liga-2018-Emiliano-Velázquez-infog
Clique para ampliar

O defesa-central, que teve uma curta passagem pelo Braga, assinou em definitivo pelo Rayo Vallecano no Verão passado e, apesar de não ser indiscutível, mostrou a sua categoria sempre que lhe foi dada a oportunidade. O uruguaio é, de longe, o central com mais intercepções (3,3) e desarmes completos (2,3) na La Liga, para além de ser o segundo com mais alívios (7,2). Com números sólidos no jogo aéreo, peca apenas por ser muito faltoso e por alguma incapacidade no capítulo do passe. Mesmo assim seria uma opção interessante para outras equipas da segunda metade da tabela do primeiro escalão espanhol.

Ozan Kabac – Defesa-central – Estugarda
(actualização: transferido a 01/07 para o Schalke por 15M€)

GoalPoint-German-Bundesliga-2018-Ozan-Kabak-1-infog
Clique para ampliar

Os alemães pagaram 11 milhões de euros ao Galatasaray, em Janeiro, pelo defesa-central de apenas 19 anos, mas após receber o prémio de melhor jovem da Bundesliga, o turco poderá rapidamente dar o salto para outras paragens. Demonstra domínio no jogo aéreo, vencendo 69% dos duelos aéreos defensivos e causando perigo ofensivamente com 0,9 duelos aéreos ganhos na área adversária por 90 minutos. Ainda completou 1,3 desarmes e provocou 0,9 foras-de-jogo e, apesar de ainda precisar de melhorias no capítulo do passe, não lhe falta coragem a progredir com bola – com 0,9 dribles completos é o central da Bundesliga que mais se destacou neste capítulo.

Nuno Campos – Lateral-direito – Nacional da Madeira

GoalPoint-Portuguese-Primeira-Liga-2018-Nuno-Campos-1-infog
Clique para ampliar

Aos 25 anos, o defesa da formação do Nacional está a entrar no pico da carreira e poderá dar este Verão o seu primeiro salto, após uma época em que voltou a demonstrar que tem características fora do normal. Um lateral “à antiga” que se distingue não só pela sua versatilidade, podendo jogar tanto à esquerda como à direita, como também pela sua capacidade defensiva. Campos liderou entre todos os laterais do campeonato em desarmes completos (2,7), para além de somar 1,5 intercepções e de perder apenas 23% das posses de bola.

Pedro Rebocho – Lateral-esquerdo – Guingamp
(actualização: cedido ao Besiktas por um ano com opção de compra)

GoalPoint-French-Ligue-1-2018-Pedro-Rebocho-infog
Clique para ampliar

Após uma época de qualidade ao serviço do Moreirense, Pedro Rebocho custou apenas meio milhão de euros aos franceses do Guingamp e, apesar de o clube ter acabado a temporada no último posto, poderá agora trazer lucro ao clube da Bretanha. Com oito assistências no campeonato, só seis jogadores fizeram mais passes para golo na Ligue 1. Rebocho acabou a época com uma média de 1,5 passes para finalização por 90 e 21% de eficácia nos seus 3,9 cruzamentos. Criar tantas situações de golo na equipa que menos golos marcou no campeonato francês faz-nos imaginar o que poderá fazer num sistema com maior caudal ofensivo.

Philip Billing – Médio-centro – Huddersfield
(actualização: transferido a 29/07 para o Bournemouth por 16,5M€)

GoalPoint-English-Premier-League-2018-Philip-Billing-infog
Clique para ampliar

Com apenas 16 pontos somados, a descida do Huddersfield há muito tempo que estava consumada. No entanto, Billing, de 22 anos, nunca deixou de se destacar. Um médio-centro de enorme poderio físico, com 1,92m de altura, venceu mais duelos aéreos defensivos que qualquer outro médio do campeonato (79%) e recuperou a bola com alta frequência: 2,2 intercepções, 1,8 desarmes completos e 1,7 bloqueios de passe. Apesar de precisar de melhorar o seu jogo com bola, oferece ainda 1,7 remates por 90 minutos nas suas incursões no último terço. Num sistema mais estável, sob o comando do treinador certo, poderá ser um jogador de interesse.

Ismaël Bennacer – Médio-centro – Empoli
(actualização: transferido a 04/08 para o Milan por 16M€)

GoalPoint-Italian-Serie-A-2018-Ismael-Bennacer-infog
Clique para ampliar

Com apenas 21 anos, o médio que o Empoli contratou aos Sub-23 do Arsenal em 2017 vai ainda muito a tempo de voltar a uma equipa de topo. Já internacional pela Argélia por oito vezes, Bennacer foi o quarto jogador mais utilizado pelo Empoli e peça central no seu trio de meio-campo. Com características tendencialmente defensivas, foi o segundo médio da Serie A com mais recuperações de bola no terço intermédio (5,3) e ainda soma um combinado de 1,7 intercepções e 1,7 desarmes completos por 90 minutos. Com bola utiliza muito bem o drible para sair de situações de pressão e progredir – 2,0 dribles eficazes, com 75% de eficácia – e ainda mostra capacidade no passe longo (72% eficácia).

Tiago Silva – Médio-ofensivo – Feirense
(actualização: transferido a 05/07 para o Nottingham Forest)

GoalPoint-Portuguese-Primeira-Liga-2018-Tiago-Silva-1-infog
Clique para ampliar

Após duas épocas emprestado pelo Belenenses ao Feirense, Tiago Silva assinou em definitivo na temporada passada com o Feirense e acabou por fazer parte da equipa que assumiu o posto de “lanterna-vermelha” durante grande parte da temporada. Apesar das dificuldades colectivas, o médio de 25 anos continuou a destacar-se: os seus 1,9 passes para finalização fizeram dele o terceiro médio mais criador da Liga (só atrás de Paulinho e Bruno Fernandes). O número 10 dos “fogaceiros” mostrou ainda qualidade nos diversos capítulos de passe e sofreu 2,5 faltas por noventa minutos.

Marcus Thuram – Extremo – Guingamp
(actualização: transferido a 22/07 para o B. M’gladbach por  9M€)

GoalPoint-French-Ligue-1-2018-Marcus-Thuram-infog
Clique para ampliar

O filho de Lilian Thuram mostrou-se como uma das estrelas em ascensão do campeonato francês, apesar dos maus resultados do Guingamp. Jogando maioritariamente a partir do corredor esquerdo, o extremo de 21 anos fez nove golos e uma assistência. Com grande capacidade de chegada na área, fez 1,7 dos seus 2,2 remates na grande área de bola corrida. Ofereceu ainda uma incrível capacidade de drible, com 3,6 eficazes por 90 minutos – só quatro jogadores na Liga atingiram uma média superior – e 1,3 passes para finalização de bola corrida. Com contrato apenas até 2020, esta será a última oportunidade para o Guingamp lucrar com o jovem craque.

Nathaniel Mendez-Laing – Extremo – Cardiff

GoalPoint-English-Premier-League-2018-Nathaniel-Mendez-Laing-infog
Clique para ampliar

Uma lesão deixou-o de fora entre Agosto e Novembro, pelo que teve muito menos minutos na Premier League do que na campanha de subida do Cardiff na época anterior, mas Nathaniel Mendez-Laing não deixou de impressionar nas oportunidades que teve na Premier League. O extremo enquadrou 47% dos seus 1,6 remates na área, somou 1,7 passes para finalização de bola corrida e acertou 35% dos seus cruzamentos. Somou ainda 2,4 dribles eficazes, 1,7 dos mesmos no último terço – só quatro extremos fizeram melhor no campeonato inglês. Por fim, destacou-se nas acções defensivas, sendo um dos extremos com mais intercepções (1,2) e de longe o extremo com mais desarmes completos da Liga (2,3). Com equipas da Premier League sempre na procura de jogadores ingleses que possam acrescentar algo aos seus plantéis, oferecer a Mendez-Laing uma nova oportunidade no escalão de topo faz sentido.

Cucho Hernández – Ponta-de-lança – Watford (cedido em 18/19)

GoalPoint-Spanish-La-Liga-2018-Cucho-Hernández-infog
Clique para ampliar

A grande revelação da segunda Liga espanhola do ano passado, tendo marcado 16 golos e ajudado muito a campanha de subida do Huesca, o jovem colombiano teve mais dificuldade no escalão de topo do país vizinho. Facturou só por quatro vezes, mas, com apenas 19 anos e um potencial tremendo, será uma boa oportunidade para clubes que olhem para lá dos golos. Apesar de tudo, manteve uma boa média de remates na área (2,2), passes para finalização de bola corrida (1,3) e dribles eficazes (1,1 no último terço). Está ainda a mostrar o seu talento como uma das principais figuras da Colômbia no Mundial Sub-20, pelo que será provável dar o salto nesta janela.