6⃣ “craques” que podem decidir o Benfica 🆚 Porto

-

O Benfica – Porto do próximo sábado é decisivo na corrida ao título da Liga NOS 16/17, há quem o afirme. Outros defendem que, seja qual for o resultado, ainda há muito jogo pela frente. Seja como for é quase unânime encarar este como o jogo mais importante da Liga até ao momento, à imagem do que sucedeu com o Sporting – Benfica da época passada.

Leia também: a “radiografia” colectiva de Benfica e Porto antes do clássico

Ainda antes do apito inicial analisaremos como se comparam as equipas, jogador a jogador, no que toca ao seu desempenho acumulado até agora. Mas, por agora, apontamos seis nomes que podem decidir o “clássico”, ao aparecerem em todo o seu fulgor ou… desaparecerem como por vezes sucede a alguns “craques” nos momentos decisivos. Eis as nossas seis escolhas, umas mais óbvias do que outras.

Ederson Moraes (Benfica)

Minutos jogados 1751
Jogos sem sofrer golos 13
Defesas 50
% de remates defendidos 84,8%

GoalPoint Rating 5.80

Ederson MoraesO Porto terá de ultrapassar Ederson se quiser vencer e, olhando os números desta época, não será fácil. Muitos benfiquistas ainda recordarão o quão importante foi Ederson na época 15/16, aquando da deslocação a Alvalade, o jogo que, para muitos, definiu a conquista do título.

Se há jogo em que Ederson será provavelmente chamado a confirmar os pergaminhos que lhe são atribuídos é este. Nenhum guarda-redes da Liga NOS travou maior percentagem de remates enfrentados do que o brasileiro até ao momento, ele que, para lá da segurança entre os postes, gosta de sair ao encontro dos adversários e joga com qualidade com os pés, ao ponto de até contabilizar… um passe para finalização.

Alex Telles (Porto)

Minutos jogados 2135
Assistências 7 (das quais três de bola parada)
Passes para finalização 42

GoalPoint Rating 6.23

alex tellesA “bola parada” tem, por vezes, mais fama que resultados, mas se há homem que, alinhando na Luz, lhe poderá fazer jus ele dá pelo nome de Alex Telles.

O brasileiro reparte com Iuri Medeiros e Gelson Martins o segundo posto na corrida ao Rei das Assistências, mas com uma particularidade: dos sete golos que ofereceu, três deles foram endossados através de um livre ou de um pontapé de canto. Seja de bola corrida ou parada… ninguém pisará o relvado da Luz com mais assistências que o brasileiro, no próximo “clássico” portanto.. atenção ao Telles.

Pizzi (Benfica)

Minutos jogados 2238
Passes eficazes para o último terço 506
Passes p/ finalização 72

GoalPoint Rating 6.84

GoalPoint-Jogador-do-mes-Marco-2017-Pizzi-Benfica-Liga-NOS-infog
Clique para ampliar

Anda cansado, dizem alguns, mas os números desmentem-no e até fizeram dele, para surpresa de muitos (e até nossa), o Jogador do Mês GoalPoint de Março. Se há contexto no qual se denota o eventual “cansaço” de Pizzi é precisamente na influência que consegue ter no último terço, ele que ainda é o segundo melhor marcador do Benfica (com nove golos) e também o segundo que mais passes para golo ofereceu (cinco).

O número de passes para finalização que soma (72, o mais elevado da Liga) impressionam, mesmo tendo em conta o seu estatuto preferencial na marcação de bolas paradas. Fresco ou fatigado o jogo passa todo por ele logo… o mais certo é Pizzi vir a ser decisivo, quer apareça ou “desapareça” no jogo de sábado.

Danilo Pereira (Porto)

Minutos Jogados 1946
Recuperações de posse 209
Golos 3

GoalPoint Rating 6.37

danilo-champions-league-recuperacoesO médio-defensivo está a fazer uma grande época e iniciará o “clássico” como o jogador (de longe) que mais recuperações de bola soma. São já 209 vezes a retomar o jogo para a sua equipa sem sequer fazer parte dos jogadores que já somam mais de dois mil minutos jogados na prova, boa parte delas fruto da sua capacidade para antecipar/interceptar passes do adversário, acção que já completou 59 vezes, um mérito que apenas o já referido Alex Telles suplanta (63), entre os jogadores que poderão discutir o grande jogo da Luz.

Mas calma… Danilo não se fica por aqui. O “trinco” já soma três golos e uma assistência, provando (como já o tinha feito em 15/16) que é homem capaz de ir lá à frente resolver um jogo, para lá da sua missão principal.

“Kostas” Mitroglou (Benfica)

Minutos jogados 1732
Golos 14
Ocasiões flagrantes convertidas 60%

GoalPoint Rating 5.84

GoalPoint-Jogador-do-mes-Fevereiro-2017-Mitroglou-Benfica-Liga-NOS-1-infog
Clique para ampliar

O grego por vezes desaparece, participa pouco na manobra colectiva (23 toques na bola a cada 90 minutos, apenas mais um que… Casillas) e defender não é com ele (um desarme e três passes interceptados em toda a Liga) mas será o homem mais eficaz no “cara-a-cara” com a baliza a entrar em campo, com 60% de aproveitamento das ocasiões flagrantes de que dispôs (Soares fica-se por uns igualmente vistosos 57%).

Se no ano passado havia Jonas, este ano o Benfica muito deve a Mitroglou, que com 62 remates tem apenas mais um do que Salvio mas conseguiu ate agora marcar mais dez golos do que o extremo (hiper) rematador “encarnado”.

André Silva (Porto)

Minutos jogados 2127
Ocasiões flagrantes criadas 9
Assistências 4

GoalPoint Rating 6.00

André SilvaA chegada de Soares veio fazer-lhe “sombra”, ele que vive a sua primeira época completa como primeira opção “azul-e-branca”, mas os números de André Silva continuam a colocá-lo como capaz de decidir um jogo desta importância. A inexperiência ainda apresenta a sua factura, com Silva a liderar como o jogador da Liga que mais ocasiões flagrantes desperdiçou, mas os dados dão-lhe algo que vai bem para lá dos 15 golos que já marcou: André sabe criar perigo, em seu nome, mas também em benefício dos colegas.

O jovem avançado será, a par de Pizzi, o único jogador a entrar em campo com nove ocasiões flagrantes criadas nesta Liga. E mais: já ofereceu 34 ocasiões de finalização aos colegas, dos quais saíram quatro assistências, números muito acima da capacidade de “dar jogo” dos seus rivais na tabela de melhores marcadores (Bas Dost é o mais próximo, com três assistências mas apenas 15 passes para finalização).

Passatempo! Acerte as estatísticas do clássico e ganhe 1 camisola do seu clube

Será um (ou vários) destes homens a decidir o clássico?
Aguardemos pelo apito inicial e já sabe, a análise estatística e “ratings” só encontra aqui, no GoalPoint.

GoalPoint
GoalPoint
O GoalPoint.pt é um site produzido pela GoalPoint Partners, uma start-up especializada em análise estatística de futebol, que oferece serviços dirigidos a profissionais, media, patrocinadores/anunciantes e adeptos.
GoalPoint

GRÁTIS
BAIXAR