A 1¬™ volta da Liga NOS 2017/18 em 20 “tops” ūüĒ•

-

A primeira primeira volta da Liga NOS 2017/18 terminou, pelo que √© hora de anunciarmos os melhores da prova at√© ao momento. Por√©m, antes ainda de revelarmos os 33 melhores GoalPoint Ratings, publicamos um conjunto de nada menos do que 20 “tops” individuais (sim, o nosso Antunes perdeu a cabe√ßa), cobrindo um leque t√£o variado qu√£o exclusivo de vari√°veis, relacionadas com todas as dimens√Ķes do jogo.

Antes de abrirmos as “comportas”, uma nota metodol√≥gica importante: todos os “tops” apresentados incluem apenas jogadores que tenham disputado pelo menos metade dos minutos de Liga NOS at√© agora jogados (765 ou mais), o mesmo crit√©rio que utilizamos na prometida elei√ß√£o dos 33 melhores. Em alguns casos, de modo a garantir a relev√Ęncia anal√≠tica, acrescentamos um segundo filtro, devidamente identificado nas notas que constam de cada “top” aqui publicado.

Mas chega de conversa nerd, est√° na hora de descobrir quem domina a produ√ß√£o da Liga at√© agora. Vamos ao Futebol! Percorra os pr√≥ximos 15 temas e descubra os 20 “tops” que escolhemos para si.

A bola é deles

GoalPoint-Tops-1Volta-1-Liga-NOS-201718-Accoes-bola-infog
Clique para ampliar

Estes s√£o os homens que mais bola t√™m na Liga. Seja na hora de defender e destruir (desarmes, intercep√ß√Ķes, recupera√ß√Ķes, etc), seja na de construir e atacar (passes, remates, cria√ß√£o de ocasi√Ķes flagrantes, etc.), a bola passa por eles (ou eles procuram-na) mais do que quaisquer outros jogadores na Liga. Surpresas? Poucas. Para quem nos segue, talvez apenas uma, a do central vilacondense N√©lson Monte, cujo papel extravasa muito, no Rio Ave (a equipa com mais posse da Liga, no final da primeira volta), a de um mero defesa de eixo com preocupa√ß√Ķes defensivas, como iremos confirmar noutro “top”, mais adiante.

Entre e em redor dos postes

GoalPoint-Tops-1Volta-2-Liga-NOS-201718-Defesas-infog
Clique para ampliar

Os guarda-redes s√£o uma das posi√ß√Ķes em que a diferen√ßa entre “mundos” (o dos “grandes” e o das restantes equipas) mais se sente no plano estat√≠stico. Dos guarda-redes das equipas que n√£o lutam sistematicamente pelo t√≠tulo esperam-se muitas defesas (primeiro “top” da p√°gina) e, nesse dom√≠nio, a aquisi√ß√£o belenense Muriel viu chegou e venceu, ainda que com pouca margem dos restantes homens destacados (com men√ß√£o especial para Quim, que rivaliza com os restantes do alto dos seus “tenros” 42 anos).

J√° no que toca aos guardi√Ķes dos “grandes”, o importante √© travar as poucas bolas que encontram o caminho das suas balizas, sendo a sua presen√ßa mais expect√°vel no segundo “top” que apresentamos. Rui Patr√≠cio regressou ao seu melhor (no ano passado, por esta altura, n√£o atingia os 70% de remates travados) e Bruno Varela acaba por apresentar um registo superior aos cr√©ditos que lhe atribuem (ainda assim abaixo do expect√°vel num “grande”, que seria acima dos 80%).

A grande surpresa √©, talvez, a aus√™ncia de Jos√© S√° deste “top” e n√≥s explicamos: a aposta de S√©rgio Concei√ß√£o travou apenas 68,4% dos poucos remates que encontraram o caminho da sua baliza, um registo que o coloca num humilde nono lugar, mas que tamb√©m enaltece o desempenho defensivo colectivo do FC Porto, a √ļnica equipa que atinge a primeira metade da Liga com menos de dez golos sofridos (9), mesmo tendo um guardi√£o longe do registo expect√°vel.

GoalPoint-Tops-1Volta-4-Liga-NOS-201718-Defesas%-infog
Clique para ampliar

Uma das caracter√≠sticas que diferencia os guarda-redes √© a propens√£o (e efic√°cia) como que saem dos postes, prontos a disputar a bola no solo, o que para muitos lhes vale a adjectiva√ß√£o de “loucos” do Futebol. Nesse cap√≠tulo brilham, sobretudo, Moreira (Estoril Praia) e C√°ssio (Rio Ave) que, apesar dos contextos diferentes das suas equipas, mostram especial apet√™ncia, coragem e qualidade na hora de resolver problemas fora da sua baliza.

GoalPoint-Tops-1Volta-3-Liga-NOS-201718-Saídas-infog
Clique para ampliar

Tens a bola, n√£o tinhas?

GoalPoint-Tops-1Volta-20-Liga-NOS-201718
Clique para ampliar

No “top” da arte de desarmar o advers√°rio esperamos encontrar sobretudo defesas, e at√© m√©dios, mas poucos esperariam encontrar o extremo F√°bio Martins neste lote, muito menos no segundo lugar do ranking. Imagine que √© treinador… √ļtil ter um extremo assim e que depois ainda marca e assiste a um ritmo acima dos demais, n√£o √©? Menor √© a surpresa despertada pelos restantes nomes, sobretudo de Bebeto e Ricardo Pereira. O primeiro milita naquela que era uma das melhores defesas da prova at√© ao “desastre” de Alvalade. J√° o segundo destaca-se tanto nas tarefas ofensivas como defensivas desde o in√≠cio da prova, algo que, quem nos segue, sabe que n√£o √© para n√≥s uma surpresa.

Despacha que é perigoso!

GoalPoint-Tops-1Volta-20-Liga-NOS-201718
Clique para ampliar

Sendo que toda a gente gosta de ver um jogador recuperar ou controlar uma bola, pronto a relan√ßar a sua equipa, isso nem sempre √© poss√≠vel e, muitas vezes, tirar a bola da zona de perigo, seja com um pontap√© ou de cabe√ßa, √© uma solu√ß√£o que evita maiores dissabores. Este √© mais um “top” onde sobressaem homens do Mar√≠timo (Zainadine e Dr√°usio), bem acompanhados por colegas de sector habituados a ter de sacudir a press√£o do seu √ļltimo ter√ßo, uma “arte” dominada sem surpresa por defesas-centrais (nos 26 primeiros classificados deste ranking apenas um n√£o √© central… √© defesa-esquerdo).

Esse passe era para quem, amigo?

GoalPoint-Tops-1Volta-20-Liga-NOS-201718
Clique para ampliar

Outra “arte” defensiva muito importante √© a de interceptar passes antes que estes cheguem ao seu destino. Sendo justo referir que nem sempre o sucesso adv√©m do m√©rito do interceptor, mas sim do dem√©rito da execu√ß√£o do interceptado, a verdade √© que por tr√°s das m√©dias elevadas dos destacados, esconde-se uma natural apet√™ncia para saber “ler” o que o advers√°rio ir√° fazer, antes que este o fa√ßa.

Sendo natural encontrar tamb√©m aqui uma maioria de jogadores de equipas submetidas a maior press√£o ofensiva, √© de salientar o segundo lugar de Felipe, um central que h√° muito provou o acerto da sua contrata√ß√£o por parte do FC Porto, sendo uma das pe√ßas fundamentais no facto de os “drag√Ķes” apresentarem, h√° duas √©pocas consecutivas, os melhores √≠ndices da Liga na hora de fechar os caminhos para a sua baliza.

A bola é nossa outra vez!

GoalPoint-Tops-1Volta-20-Liga-NOS-201718
Clique para ampliar

Tr√™s “trincos”, tr√™s recuperadores por excel√™ncia. Os tr√™s m√©dios-defensivos dos “grandes” integram o “top” dos recuperadores de bola (com posse posterior) da Liga, deixando assim o mais do que merecido destaque para o lateral-direito V√≠ctor Garcia, que j√° foi “drag√£o”, e que vai confirmando ser uma bela “pechincha” vitoriana (1 milh√£o de euros), tendo em conta que aparece ciclicamente no nosso “radar” nas √ļltimas duas √©pocas, pelos seus bons desempenhos.

A fechar a moldura de “trincos”, outro lateral vitoriano (Ghislain), este esquerdo, o que parece indicar que n√£o ser√° na capacidade de recuperar a bola que encontraremos as raz√Ķes para a √©poca menos brilhante dos “conquistadores” at√© agora.

“Tiki-taka” onde interessa

GoalPoint-Tops-1Volta-20-Liga-NOS-201718
Clique para ampliar

Em teoria, quanto mais uma equipa avan√ßa no terreno, mais dif√≠cil √© realizar passes com efic√°cia. √Č por isso que “saltamos” de imediato para dois “tops” que d√£o conta da quantidade e qualidade com que os artistas destacados o fazem. Em comum entre os dois (“tops”) apenas o portista Herrera e o “le√£o” William, o primeiro um “mal-amado” que vai oferecendo raz√Ķes de sobra para justificar outro apre√ßo dos adeptos, e o segundo um habitue nestes “tops”, at√© pelo seu estilo de jogo e op√ß√£o primordial de passe.

Lembra-se de termos referido Nélson Monte anteriormente? Curioso encontrar aqui um central não é? Há muita coisa curiosa a descobrir acerca da atípica proposta de futebol do Rio Ave nesta época.

GoalPoint-Tops-1Volta-20-Liga-NOS-201718
Clique para ampliar

Toma l√° e remata, v√°

GoalPoint-Tops-1Volta-20-Liga-NOS-201718
Clique para ampliar

Os remates nem sempre s√£o perigosos, mas, excep√ß√£o feita a iniciativas individuais, algu√©m tem de fornecer a bola que os antecede. Estes s√£o os homens que mais o fazem, sem grandes surpresas para quem nos acompanha a n√£o ser a presen√ßa do pacense Mabil, que at√© seria l√≠der de um “top” semelhante caso este cobrisse apenas passes para finaliza√ß√£o de bola corrida. Um nome a ter em conta, caso melhore outros √≠ndices que tornam o seu desempenho menos vistoso.

Entre os restantes, sabedores que somos dos cr√©ditos firmados de Alex Telles e Pizzi neste cap√≠tulo, sa√ļda-se o regresso de Jefferson √† sua melhor produ√ß√£o e confirma-se o papel preponderante que Paulinho (um dos l√≠deres em assist√™ncias para golo) vai tendo na √©poca do Portimonense.

Bola na √°rea e redondinha, se faz favor

GoalPoint-Tops-1Volta-20-Liga-NOS-201718
Clique para ampliar

Cruzar muitos cruzam, mas cruzar uma bola “redonda”, √† qual um colega consegue dar sequ√™ncia (cruzamento eficaz), isso nem sempre todos conseguem. Este “top” volta a destacar Alex Telles, Jefferson e Mabil, juntando-lhe Diogo Viana (Belenenses) e Ant√≥nio Xavier (Pa√ßos), todos eles homens que colocam no m√≠nimo uma “redondinha” em condi√ß√Ķes na √°rea, a cada 90 minutos.

Em vez de passar a bola… passo por eles

GoalPoint-Tops-1Volta-20-Liga-NOS-201718
Clique para ampliar

Os nossos leitores mais atentos j√° brincam: aquando da publica√ß√£o dos nossos “tops” semanais da Liga NOS, o estranho √© n√£o ver o portista Brahimi na lideran√ßa dos dribles eficazes. O argelino dribla mesmo noutro “campeonato” que n√£o a Liga NOS, destacando-se e muito pelas ultrapassagens a advers√°rios que consegue realizar, criando desequil√≠brios que muito beneficiam a manobra ofensiva dos “drag√Ķes”. E como se n√£o bastasse, segue-se lhe outro “drag√£o”, este menos reconhecido, mas igualmente identificado pelo nosso “radar”, h√° muito tempo, como outro art√≠fice do drible da Liga, Jes√ļs Corona, nem sempre titular, mas quase sempre desequilibrador.

No patamar seguinte encontramos dois “fantasistas” tamb√©m j√° destacados, Allano e R√ļben Ribeiro, este √ļltimo entretanto “capturado” pelo Sporting, cujos adeptos esperariam encontrar aqui Gelson Martins, aus√™ncia previs√≠vel e cujos indicadores j√° se faziam sentir cedo na √©poca.

Deixei-te na cara do golo

GoalPoint-Tops-1Volta-20-Liga-NOS-201718
Clique para amplia

Passe para finaliza√ß√£o mais “a√ßucarado” n√£o existe. Os l√≠deres desta vari√°vel s√£o aqueles que mais vezes colocam a bola no p√© de um colega deixando-o em situa√ß√£o de remate, cara a cara com o guarda-redes (ou nem esse), sem qualquer outro advers√°rio entre ele e o golo. E mesmo assim, como veremos mais adiante, muitos falham, mas isso n√£o retira o m√©rito aos criadores, todos eles nomes j√° referidos noutros “tops”, e entre os quais se destaca o portista Ricardo Pereira. Agora revisite os “tops” onde o Ricardo e Alex Telles aparecem e diga-nos o leitor que equipa conta com as “asas” defensivas mais perigosas nesta Liga.

J√° me pagavas um almo√ßo, √≥ “goleador”…

GoalPoint-Tops-1Volta-20-Liga-NOS-201718
Clique para ampliar

Reza a lenda √† qual tivemos acesso que, aquando da sua passagem por Alvalade, Islam Slimani oferecia um par de t√©nis de marca a Jefferson de cada vez que o lateral lhe entregava uma “redondinha” posteriormente convertida em golo. Iniciativa previdente de goleador, posi√ß√£o que depende e muito de homens como os que integram este “top”, todos eles, neste momento, not√°veis pela cad√™ncia com que co-assinam a responsabilidade dos golos da sua equipa. Men√ß√£o especial para o Sporting de Braga, que coloca dois homens nos tr√™s primeiros lugares, com cada um deles a fazer “mis√©ria” generosa pelo seu flanco. O neg√≥cio de t√©nis de marca deve estar em alta no Minho, pois o segundo classificado Hurtado joga a poucos quil√≥metros de dist√Ęncia.

Epá, chuta homem, e já agora à baliza!

GoalPoint-Tops-1Volta-20-Liga-NOS-201718
Clique para ampliar

Rematar muito √© importante. Rematar bem tamb√©m. Os dois “tops” que apresentamos agora d√£o conta destas duas dimens√Ķes, sem as quais n√£o existe a seguinte: a concretiza√ß√£o. E se procura a resposta ao porqu√™ de Jonas marcar tantos golos, estes rankings d√£o-lhe parte da resposta: o brasileiro remata sempre que pode e f√°-lo com superior acerto. E isso √© meio caminho andado para, volta e (menos que) meia, marcar golo. Mais surpreendente ser√° o destaque de Moussa Marega, um jogador que vive uma segunda oportunidade no Drag√£o e a vai aproveitando da melhor maneira, talvez hoje mais confiante e sabedor das suas for√ßas e fraquezas, ap√≥s uma √©poca muito positiva em Guimar√£es. O franco-maliano imp√Ķe-se inclusive ao homem-golo “azul-e-branco” (Aboubakar), deixando a d√ļvida natural: afinal quem √© O ponta-de-lan√ßa do Porto? Um bom problema para os portistas, certamente.

GoalPoint-Tops-1Volta-20-Liga-NOS-201718
Clique para ampliar

Golos √© comigo…

GoalPoint-Tops-1Volta-20-Liga-NOS-201718
Clique para ampliar

Pode-se rematar muito e at√© com pontaria, mas isso n√£o significa necessariamente golos. Estes s√£o os homens que se destacam pelo “faro de golo” que v√£o demonstrando, quase todos homens de √°rea, com duas excep√ß√Ķes. A primeira √© Jo√£o Novais, que conseguiu j√° usurpar o papel de “bombardeiro de meia dist√Ęncia” da Liga inicialmente detido pelo “le√£o” Bruno Fernandes (leva cinco tiros √† dist√Ęncia), como ultrapassar, em relativamente poucos minutos, o m√°ximo de golos de fora da √°rea da Liga 2016/17 (quatro). A segunda √© Raphinha, o extremo vitoriano que vai despertando a natural cobi√ßa de emblemas maiores e que se destaca esta √©poca como um extremo goleador.

Por fim, e se por um lado a m√©dia de golos a cada 90 minutos de Jonas impressiona, o que dizer por outro lado dos poucos remates que Dost precisa para fazer balan√ßar as redes? Os 16 golos do holand√™s representam quase 50% dos remates que fez (a √©poca passada competiu pela Bota de Ouro com uma taxa de convers√£o a rondar os 40%), o que significa que, na pr√°tica, o econ√≥mico mas letal Dost marca um golo a cada dois tiros que consegue fazer √† baliza contr√°ria. E os seus n√ļmeros poderiam ser ainda melhores, como veremos na p√°gina seguinte.

GoalPoint-Tops-1Volta-20-Liga-NOS-201718
Clique para ampliar

…a n√£o ser quando falho

GoalPoint-Tops-1Volta-20-Liga-NOS-201718
Clique para ampliar

Lembra-se de falarmos anteriormente de ocasi√Ķes flagrantes e quem mais as oferece? Eis o outro extremo: os homens que, usufruindo mais do que os restantes deste tipo de situa√ß√Ķes, melhor as aproveitam. J√° reparou que Jonas e Marega s√£o os √ļnicos homens que surgem em todos os “tops” relacionados com golo que lhe apresentamos? Sin√≥nimo das grandes √©pocas que v√£o protagonizando. J√° Bas Dost, como referimos, podia juntar-se a eles, n√£o fora o facto at√≠pico de o holand√™s aproveitar neste momento apenas 43,7% dos “cara-a-cara” com o golo de que usufrui.

Aplauso tamb√©m para a intromiss√£o de Brahimi neste lote e para a presen√ßa do “veterano” Mateus, que j√° faz parte da “mob√≠lia” da Liga NOS, mas nem por isso deixa de marcar sempre que a bola “pinga”, como ali√°s fez no Restelo, nos √ļltimos minutos disputados nesta primeira volta da Liga NOS.

Ficamos por aqui no que toca a “tops”.
Segue-se a revelação, ainda esta semana, dos melhores 33 GoalPoint Ratings da primeira volta, dos quais sairá o Melhor Jogador da primeira metade do campeonato.

GoalPoint
GoalPoint
O GoalPoint.pt é um site produzido pela GoalPoint Partners, uma start-up especializada em análise estatística de futebol, que oferece serviços dirigidos a profissionais, media, patrocinadores/anunciantes e adeptos.