A ascensão e queda de Bojan Krkic

Houve um tempo em que Bojan Krkic era sinónimo de “o próximo (colocar nome do seu melhor jogador de sempre)”. O FC Barcelona desistiu de esperar pelo talento de Bojan pela segunda vez (a primeira havia acontecido em 2011, quando os “blaugrana” venderam o jovem à AS Roma por 12 milhões de euros com uma opção de compra voluntária em 2012 e obrigatória em 2013), vendendo-o ao voluntarioso mas nem assim menos deprimente Stoke City FC, que se vai mantendo na “Premier” à custa de relvado encharcado, garra mas pouca arte sobre a relva. Dificilmente o palco ideal para um “artista” como Bojan. Será sempre precipitado declarar a “queda” de Krkic, afinal o jogador tem apenas 23 anos, mas torna-se muito improvável o cumprir da ascensão de um jovem de quem tudo se esperava após assinalar 961 durante as sete épocas que cumpriu na melhor academia de formação do mundo. Boa sorte Bojan, vais precisar.