A Final do Mundial de Clubes em sete curiosidades

-

7. Com a benção do Papa

(foto: San Lorenzo)
(foto: San Lorenzo)

O San Lorenzo chega à final do Mundial de Clubes após disputar 55 jogos em 2014, vencendo 23 (41,8%) e perdendo 20 (36,4%). Estas partidas incluem os torneios internos argentinos bem como a Libertadores, a principal prova de clubes da América do Sul, equivalente à Liga dos Campeões europeia.

Durante este período o treinador Edgardo Bauza recorreu a 33 jogadores, com destaque para o guardião Torrico (o mais utilizado com 46 jogos), Mauro Matos (o mais goleador com 11 tentos) e Ángel Correa, atleta emprestado pelo Atlético de Madrid e que com 52 passes para ocasião e dez assistências foi o principal municiador dos argentinos mas que não disputará esta final.

Tornando-se difícil encontrar argumentos numéricos que sustentem reais hipóteses do San Lorenzo levar de vencida o Real Madrid sobra a força da fé: o San Lorenzo é o clube do coração do Papa Francisco.

 

Estatísticas recolhidas com o apoio de:

banner326Opta2

 

 

 

 

GoalPoint
GoalPoint
O GoalPoint.pt é um site produzido pela GoalPoint Partners, uma start-up especializada em análise estatística de futebol, que oferece serviços dirigidos a profissionais, media, patrocinadores/anunciantes e adeptos.