Champions | Como Kanté eclipsou De Bruyne e Cia 👻

-

A conquista da Liga dos Campeões 2020/21 por parte do Chelsea surpreendeu muitos, dado o favoritismo atribuído ao City, até nas casas de apostas. Já a exibição do médio “blue” N’Golo Kanté só terá apanhado de surpresa os mais distraídos. A equipa de Thomas Tuchel baseou o seu sucesso numa estratégia de controlo do meio-campo, que anulou as principais pedras dos comandados de Pep Guardiola, e Kanté foi fundamental nessa tarefa, registando, no final, o segundo melhor GoalPoint Rating da partida e merecendo elogios de uma forma unânime. O francês pode não ter sido o MVP estatístico, mas foi, para muitos, o protagonista táctico central da vitória londrina, e com toda a justiça.

O pesadelo de De Bruyne

“A Terra é 70% coberta por água e 30% por N’Golo Kanté”

A “memaria” da internet não ignorou a exibição do francês, e não faltam razões para elogio. O campeão do mundo realizou uma prestação soberba, com um rating final pouco visto num jogador da sua posição, ainda menos quando não há registo de qualquer acção para golo. O raio de acção de N’Golo foi amplo, embora, como se pode constatar pelo heatmap e pelas acções com bola (mapas abaixo), tenha descaído mais para a direita – e não por acaso.

[ À esquerda o heatmap de Kanté, à direita as acções com bola do francês ]

No seu raio de acção – e certamente Thomas Tuchel sabia-o e transmitiu-o a Kanté – surgiu muitas vezes Kevin De Bruyne, o “maestro” de todo o futebol dos “citizens”, que se viu inúmeras vezes recuar no terreno para construir jogo, quase sempre descaído para… o lado esquerdo. Pela frente apanhou um N’Golo que não deixou o belga jogar como sabe.

[ Este desarme de Kanté a De Bruyne… ]

Kevin acabou por sair lesionado, e em lágrimas, pela dor de abandonar mais cedo um jogo deste calibre e certamente também pela frustração de ter sido “abafado” pelo Chelsea e, em particular, por Kanté: o belga terminou com apenas 64% de eficácia nos 22 passes tentados, somente um drible completo em quatro tentativas, 14 perdas de posse em 37 acções com bola.

[ À esquerda o heatmap de De Bruyne, à direita as 14 perdas de posse do belga ]

Às dez recuperações de posse, o máximo da final no Dragão, Kanté juntou mais oito acções defensivas. Não será um número extraordinário, mas acabou por ter uma influência grande na partida, pois aos três desarmes, duas intercepções, dois alívios e um bloqueio de passe, o médio-defensivo impôs a sua lei através de uma pressão grande sobre o portador da bola, obrigando-o a errar, e cortou linhas de passe fundamentais para desligar o jogo do City.

[ À esquerda as dez recuperações de posse, à direita as oito acções defensivas ]

Kanté, o MVP do Chelsea rumo à glória

GoalPoint-UEFA-Champions-League-2018-N'Golo-Kanté-infog
Clique para ampliar

O médio foi o jogador do Chelsea com melhor GoalPoint Rating acumulado, finda a Liga dos campeões. Apesar de quase sempre com tarefas do lado direito do meio-campo, a verdade é que o seu raio de acção é enorme e bem expresso no heatmap acumulado da época (infografia). Incansável, entre jogadores com mais de 585 minutos disputados foi o segundo entre médio-defensivos nas recuperações de posse (9,1 por 90 minutos), apenas atrás de Casemiro, do Real Madrid (9,5), e quarto no total das posições, e foi o segundo em recuperações no meio-campo (5,7), atrás de Rodri Hernández (6,0), do Manchester City.

[ As 73 recuperações de posse de Kanté na Liga dos Campeões 2020/21 ]

GoalPoint-Kanté-Chelsea-Positional-Recoveries-UCL-201920
Clique para ampliar

De uma consistência irrepreensível, registou 1,7 intercepções, 1,2 desarmes, 1,7 acções defensivas no meio-campo contrário e uma média de 6,2 acções defensivas em termos globais. E quem pensa que Kanté é só momento defensivo, desengane-se, pois registou excelentes 3,5 passes ofensivos valiosos e ainda fez uma assistência. Um verdadeiro fenómeno.

GoalPoint
GoalPoint
O GoalPoint.pt é um site produzido pela GoalPoint Partners, uma start-up especializada em análise estatística de futebol, que oferece serviços dirigidos a profissionais, media, patrocinadores/anunciantes e adeptos.