Com dez jornadas decorridas, a Liga NOS está prestes a completar o primeiro terço de competição. Quem nos acompanha sabe que o “Laboratório GoalPoint” não deixa escapar nada, pelo que é hora de partilharmos alguns feitos, individuais e colectivos, que vão constituindo “recordes” da edição em curso, focando a nossa atenção, desta feita, no capítulo do remate. E pode ter a certeza que alguns lhe deixarão um “e esta hein?” na mente.

Ninguém rematou mais num jogo do que eles…

E arrancamos logo com um empate. Um já joga num “grande”, o outro é candidato a esse destino e foi aposta GoalPoint para a Liga em curso. Falamos de Moussa Marega (FC Porto) e Bruno Tabata (Portimonense), os dois jogadores que somaram mais remates num só jogo (8), até à 10ª jornada, somados respectivamente frente ao Santa Clara e Tondela.

GoalPoint-Portimonense-Santa-Clara-LIGA-NOS-201819-MVP
Clique para ampliar

Apesar do registo idêntico, os dois avançados tiveram “destinos” diferentes ao nível do desempenho nessas partidas. O brasileiro do Portimonense foi MVP GoalPoint, marcando um golo e oferecendo outro à equipa. Já Marega ficou em branco, num jogo em que o Porto “bombardeou” os “auriverdes” (31 remates, nove enquadrados, três deles do maliano), finalizando com um rating de 5.4 e com mais um “recorde” no bolso: o de jogador com mais remates realizados dentro da área adversária num jogo da Liga, nada mais nada menos do que todos os oito que realizou.

…mas pontaria é com o Wilson

Nada menos do que cinco são os jogadores que repartem o registo máximo de remates enquadrados com a baliza num jogo da Liga NOS 18/19, com quatro tiros, mas o “palco” vai para Wilson Eduardo (SC Braga), que o conseguiu em apenas 71 minutos, na visita ao Belenenses, num jogo onde acabou por bisar, curiosamente realizado na mesma jornada (6ª) em que Marega fazia o anteriormente referido “tiro ao boneco” frente ao Tondela.

GoalPoint-Belenenses-Braga-LIGA-NOS-201819-MVP
Clique para ampliar

As restantes menções honrosas distribuem-se por Nakajima (Portimonense, frente ao Sporting), Pizzi (Benfica, frente ao Vitória SC), Nani (Sporting CP, frente ao Boavista) e Hildeberto (Vitória FC, frente ao Moreirense). Todos eles somaram quatro disparos, todos marcaram mais do que uma vez e dois somaram “hat-tricks” (Pizzi e Hildeberto) – logo… mais do que rematar muito é no fazê-lo com pontaria que está o ganho.

De cabeça manda um central…

Apesar do perfil e do registo goleador do bracarense Dyego Sousa na Liga em curso, o avançado não chama a si o “recorde” do maior número de remates de cabeça num só jogo, apesar das três cabeçadas para golo que somou em duas ocasiões, frente ao Aves e ao rival Vitória SC. O brasileiro integra, aliás, o grupo de 11 jogadores com idêntico máximo na Liga 18/19, com todos eles a olharem para cima e a verem… Sebastián Coates.

O central leonino obteve o máximo registo de quatro cabeçadas em direcção da baliza numa só partida, na inglória deslocação a Portimão, uma delas para golo, insuficiente para contrariar o “furacão Nakajima” que assolou a defensiva leonina e ditou a derrota por 4-2.

GoalPoint-Portimonense-Sporting-LIGA-NOS-201819-MVP
Clique para ampliar

…mas os remates só passam se eles deixarem

Se de um lado estão os que rematam, do outro estão os que defendem a última linha, procurando evitar o golo. E nesse capítulo sobressai o guardião brasileiro do Feirense, Caio Secco, que saiu de Alvalade com 11 defesas no currículo, o máximo registo num só jogo da Liga 18/19, com “Jovem” Cabral a estragar-lhe o sonho da “folha limpa”, aos 88 minutos.

GoalPoint-Sporting-Feirense-LIGA-NOS-201819-Ratings
Clique para ampliar

O registo de Caio acabou por “pulverizar”, uma jornada depois, o feito repartido por Salin (Sporting CP) e Marco (Santa Clara), com nove paradas, mantendo-se ambos como os perseguidores de Seco neste domínio, após dez rondas. Apesar do “empate” o destaque vai sobretudo para Salin, não só pela importância do jogo em que brilhou (visita à Luz) como também pelo facto de ser raro ver um guardião obrigado a tanto trabalho, num duelo entre “grandes” da Liga NOS.

GoalPoint-Benfica-Sporting-LIGA-NOS-201819-MVP
Clique para ampliar