Clique para ampliar
Clique para ampliar
Clique para ampliar

O Ajax foi a Londres assumir que é mesmo candidato à final da Liga dos Campeões, se dúvidas existissem. Os holandeses fizeram do ataque a sua maior defesa desde o minuto inicial e, após vários ameaços, chegaram mesmo ao (único) golo aos 15 minutos, por intermédio de Donny van der Beek, com assistência de Ziyech, por sinal os dois melhores ratings da partida, após o apito final.

Os holandeses chegaram aliás ao intervalo com números mais próprios de um jogo caseiro, perante um Tottenham que tardava em encontrar-se, dando sinais de não ter trazido a melhor lição para contrariar a cada vez mais surpreendente equipa dos “lanceiros”.

A segunda parte trouxe um Tottenham um pouco mais expedito mas nem por isso perigoso: os ingleses terminariam o jogo com apenas um remate enquadrado em 12 tentativas, acusando talvez em demasia as ausências (Son, Kane). Já o Ajax… soma e segue e está a uma partida de regressar às finais onde construiu a sua História.

No plano individual o Ajax terminou com quatro homens com os quatro melhores ratings, com o autor do golo decisivo na liderança, ele que vai construindo a sua “lenda pessoal”, nesta campanha.