Análise: O que perde o “dragão” sem Jackson?

-

A Liga NOS está ao rubro. A dez jornadas do fim, o SL Benfica lidera, mas o FC Porto não descola e continua por perto, a quatro pontos de distância, e com um “clássico” por disputar. Os portistas têm ainda pela frente as exigências da Liga dos Campeões, trabalho extra que terá de cumprir sem o seu principal jogador e goleador, Jackson Martínez, que deverá estar de fora durante três ou quatro semanas, devido a lesão.

O colombiano contraiu a mazela frente ao Sp. Braga e o primeiro teste às capacidades de Julen Lopetegui para colmatar a ausência de um jogador com uma influência decisiva na temporada do clube é já esta terça-feira ante o Basileia. Mas que peso é esse afinal? Olhando para os números colectivos dos “dragões” e os individuais de Jackson, não há dúvidas que o técnico espanhol vai ter de alterar a forma de jogar da sua equipa, potenciando outros elementos para compensar o vazio que o colombiano deixa no “onze”.

O FC Porto tem o segundo melhor ataque do campeonato, com 56 golos, e 17 são de “Cha Cha Cha” Martínez, ou seja 30,4% do total da equipa. Mas em termos ofensivos a influência não se resume aos golos, pois soma ainda quatro assistências, aumentando para 38% o peso nos golos “azuis-e-brancos”. Indo um pouco mais ao detalhe, vemos que Jackson contribui decisivamente para a qualidade e competência portista no ataque, sendo seus 23,3% dos remates da equipa, 24,6% dos disparos enquadrados, mas também 10,1% dos passes para ocasião.

Como o GoalPoint já o referiu em outras ocasiões, o FC Porto é uma equipa que espera pelo seu momento para desferir o golpe, não é, dos “três grandes”, o conjunto que mais remata ou que mais acerta na baliza, mas quando o faz, consegue-o com um aproveitamento considerável. E aqui o peso de Jackson Martínez é evidente. Resta saber se esta ausência será apenas um percalço sem grandes consequências para o “dragão” ou se poderá ter influência no desfecho da temporada.

Ainda esta semana publicaremos a actualização do ranking IDG (Índice de Goleadores GoalPoint), um exclusivo GoalPoint, que permite compreender ainda melhor a influência do colombiano nas contas “azuis-e-brancas”.

Pedro Tudela
Pedro Tudela
Profissional freelancer com 19 anos de carreira no jornalismo desportivo, colaborou, entre outros media nacionais, com A Bola e o UEFA.com.
GoalPoint

GRÁTIS
BAIXAR