Ao abandonar em definitivo os “red devils” (rumo ao Internacional de Porto Alegre) o ex-portista Anderson entra certamente para a galeria das contratações de vulto (31,5 milhões de euros!) falhadas pelo Manchester United. Mas se em campo nunca demonstrou os preditados que levaram Alex Ferguson a levá-lo (talvez cedo demais) do Estádio do Dragão já fora dele momentos como estes deixarão saudades pois na hora de conceder entrevistas, sobretudo em inglês, ninguém no balneário de Manchester gerava maiores sorrisos.

Eis um momento de boa disposição quando ainda era colega de Cristiano Ronaldo.

Este é talvez o momento mais hilariante de Anderson ao serviço do United.