Sporting e Alemanha. E Sporting e Leverkusen. Duas narrativas com história, nenhuma delas com grandes motivos para os “leões” sorrirem. O Sporting não teve mais sorte que o Porto no sorteio UEFA, embora a prestação na fase de grupos não permitisse grande esperanças aos “verde-e-brancos” na definição da sorte europeia.

Os comandados de Jesus voltam a defrontar uma equipa alemã nos 16 avos-de-final da Liga Europa (o ano passado foram eliminados pelo Wolfsburgo) e cruzam-se pela quinta vez com os “leões” de Leverkusen (uma delas com Octávio Machado como treinador), sendo que o melhor que conseguiram foi um empate a zero. Até Jorge Jesus terá contas a ajustar com o Bayer, com o qual se cruzou pela última vez na fase de grupos da Liga dos Campeões 14/15, que redundou na saída prematura do Benfica da prova.

Mas o que dizem então os números sobre estes “leões vermelhos”?

Antevisão Leverkusen vs Sporting | Duelo de "leões"
Clique na infografia para ampliar (infografia: GoalPoint)

Germânicos desfalcados

Os alemães vêm “recambiados” da Champions, onde só venceram o primeiro jogo da fase de grupos. Desde então não sabem o que é ganhar na Europa, muito menos fora, onde não vencem há seis encontros. Um bom indicador para o Sporting, tendo em conta que este primeiro duelo terá lugar em Alvalade, onde o ano passado os “leões” conseguiram impor-se a Schalke e Wofsburgo.

A equipa de Roger Schmidt recorre preferencialmente ao 4-4-2 embora também utilize com alguma regularidade o 4-2-3-1. E face às ausências prevemos que será essa a opção do treinador alemão. Chicharito é ausência quase certa em Alvalade, ele que marcou cinco golos na Champions, que contribuem para um total de 22 golos na época em curso por parte do irrequieto mexicano que, no entanto, não sabe o que é… fazer uma assistência para golo em 2015/16. O substituto natural (embora com perfil diferente) deverá ser o veterano Kiessling. Ausente também, mas por castigo, estará Kemp, o jogador do miolo com melhor desempenho entre os germânico (6.30) e ainda Bender, outro médio lesionado. A razia no miolo levou Schmidt a apostar no jovem Frei no último jogo, o qual cumpriu os seus primeiros minutos oficiais da época.

Chicharito
“Chicharito” Hernández, o goleador do Bayer

Com pelo menos três jogadores no “onze” provável acima dos 1,90m de altura, o jogo aéreo deverá constituir um problema para os “leões”, embora Slimani e o recém-chegado Coates equilibrem a balança neste domínio.

Tal como sucede com o Dortmund, também o Leverkusen incorre em erros individuais frequentes, oportunidade para os “leões” explorarem eventuais lapsos defensivos e tentarem obter em Alvalade uma vitória que permita minorar o maior grau de dificuldade (quase certo) do jogo da segunda mão. Mas… cuidado com as alas. É lá que residem as maiores ameaças dos disponíveis de Schmidt, com Çalhanoglu à cabeça, seguido por Mehmedi e até Bellarabi, que no sistema 4-2-3-1 pode ocupar uma das faixas.

Jogo difícil para os “leões” mas com o contexto (de desfalque) dos alemães a abrir oportunidades a Jorge Jesus, caso este passe a levar a sério a prova europeia, na hora de definir o seu “onze”. Neste cenário o destino leonino passará muito pelo desfecho do jogo desta quinta-feira, caso queira prosseguir rumo aos oitavos-de-final.

Fantasy League RealFevr GoalPoint

Acompanhamos a partida em directo, no twitter, com apontamentos estatísticos regulares e infografias exclusivas no intervalo e final da partida, partilhando após o jogo a nossa análise, GoalPoint Ratings e Melhor em Campo aqui no site. Fique connosco!