Sábado, 26 de Maio, às 19h45. A final da Liga dos Campeões 2017/18 joga-se nesta data, a esta hora, em Kiev. Frente-a-frente dois colossos do futebol europeu e mundial que, em conjunto, somam 17 Taças dos Campeões Europeus – 12 para o Real Madrid, cinco para o Liverpool.
Aposta em quem vai vencer a final com o Betclic código promocional.

Em confronto estão dois historiais únicos, números sem igual que importa conhecer, mas também dois dos melhores jogadores da actualidade, o nosso incontornável Cristiano Ronaldo e a grande revelação desta temporada, o “faraó” Mohamed Salah.

Nesta antevisão ao grande jogo de Kiev começamos precisamente por estes dois jogadores, num duelo que é, para muitos, um dos principais focos de interesse esta partida. Ronaldo e Salah realizaram épocas extraordinárias, o português mais a partir da segunda metade da temporada, o egípcio com uma consistência relevante desde que integrou a formação orientada por Jürgen Klopp.

GoalPoint-Cristiano_Ronaldo_2017_vs_Mohamed_Salah_2017-infog
Clique para ampliar. Confira mais comparativos no final do artigo.

Nesta Liga dos Campeões, Salah apontou, até à final, nada menos que dez golos em 882 minutos disputados, mais quatro assistências. Não chega aos 15 tentos de Ronaldo (três passes para golo), mas no geral apresenta outros números que o português não atinge, como nos passes para finalização e nos dribles eficazes. Mas vamos a mais curiosidades históricas, aquelas que contribuem para a lenda da competição. A começar pelos craques.

  • Cristiano Ronaldo marcou mais golos na final da Liga dos Campeões do que qualquer outro jogador. Foram nada menos que quatro, três deles apontados em três jogos diferentes (um recorde no que toca à era da Champions), em 2008, 2014 e 2017).
  • Ronaldo poderá tornar-se no primeiro jogador a marcar em finais consecutivas na era da Champions League. O último a fazê-lo, na então Taça dos Campeões Europeus, foi Franz Roth, do Bayern, em 1975 e 1976.
  • Cristiano Ronaldo (15 golos e três assistências) e Roberto Firmino (10-7) são os dois jogadores com mais envolvimento directo em golos na competição este ano.
  • O trio do Liverpool composto por Mohamed Salah (10), Roberto Firmino (10) e Sadio Mane (9) marcou mais golos do que qualquer outro trio de jogadores de um só clube numa época da Champions, ultrapassando o do Real Madrid, composto por Cristiano Ronaldo (17), Gareth Bale (6) e Karim Benzema (5) em 2013-14.
  • James Milner já somou oito assistências esta temporada na prova, enquanto o colega Roberto Firmino surge logo atrás, com sete. Nenhum jogador chegou às nove numa só temporada na Champions desde que existem dados Opta sobre esta variável (2003-04).

Estamos, portanto, perante duas equipas com um grande poderio ofensivo. Veremos se o peso de Ronaldo se fará sentir mais forte ou se a dependência do Real Madrid no português beneficiará um Liverpool que divide melhor o “mal pelas aldeias”.

Na próxima página: números colectivos e curiosidades