Arouca 🆚 Sporting | “Leão” vira presa e descansa

-

[vc_tta_tabs][vc_tta_section i_icon_fontawesome=”fa fa-line-chart” add_icon=”true” title=”GoalPoint Ratings” tab_id=”1465571624475-01e55dfc-58e2″]
GoalPoint-Arouca-Sporting-LIGA-NOS-201617-Ratings
Clique para ampliar
[/vc_tta_section][vc_tta_section i_position=”right” i_icon_fontawesome=”fa fa-trophy” add_icon=”true” title=”Melhor em Campo ” tab_id=”1465571693503-4a0f9bf6-e654″]
GoalPoint-Arouca-Sporting-LIGA-NOS-201617-MVP
Clique para ampliar
[/vc_tta_section][vc_tta_section i_icon_fontawesome=”fa fa-futbol-o” add_icon=”true” title=”45m” tab_id=”1465571624614-ba177b16-4154″]
GoalPoint-Arouca-Sporting-LIGA-NOS-201617-45m
Clique para ampliar
[/vc_tta_section][vc_tta_section i_icon_fontawesome=”fa fa-futbol-o” add_icon=”true” title=”90m” tab_id=”1465571672809-6f7d6717-7b04″]
GoalPoint-Arouca-Sporting-LIGA-NOS-201617-90m
Clique para ampliar
[/vc_tta_section][/vc_tta_tabs]

OSporting encurtou a distância para os dois da frente, Benfica e FC Porto, ao vencer o Arouca por 2-1, a terceira vitória consecutiva desde o empate em Alvalade com o Vitória de Guimarães. A formação arouquense chegou à vantagem nos instantes iniciais, mas os “leões” deram a volta ao marcador com dois golos em dois minutos, ainda no primeiro tempo, limitando-se a gerir a vantagem na segunda parte.

O Jogo explicado em Números 📊

  • Entrada forte por parte do Sporting, com uma posse de bola na ordem dos 70% nos primeiros cinco minutos. Ainda assim, foi o Arouca quem abriu o marcador, logo no primeiro remate da partida (aos 9′), por intermédio do veterano Mateus, a fugir à marcação de Zeegelaar e a cabecear para o fundo da baliza.

  • Com o passar dos minutos, o Sporting foi crescendo na partida, chegando à meia-hora de jogo já com quatro remates enquadrados e mantendo a vantagem na posse (66%). Bruno César, com dois passes para ocasião e dois remates (ambos bloqueados), dava nas vistas pelo seu contributo ao ataque leonino. Adivinhava-se o golo por parte da equipa visitante.
  • Pouco depois, Sporting chegou sem surpresas à igualdade, num remate rasteiro de Alan Ruiz, depois de um passe de cabeça de Gelson Martins. Dois minutos depois, foi a vez de Bruno César fazer o gosto ao pé, numa jogada que surgiu graças a Zeegelaar, a pressionar Anderson Luís junto à linha de fundo.

  • Intervalo Domínio avassalador do Sporting na primeira parte, com nove remates, sete dos quais à baliza, contra apenas um do Arouca, o que resultou em golo. Os 69% de posse dos “leões” davam corpo ao domínio ofensivo visitante. Bruno César destacava-se nos  GoalPoint Ratings ao intervalo, com 7.1, somando três remates, um golo e dois passes para ocasião. Com cinco defesas, Bolat 5.3 era o melhor arouquense.
  • Começo lento por parte do Sporting na segunda parte, com o Arouca a fazer o único remate durante os primeiros 15 minutos, período em que até teve mais posse de bola (59%-41%), mais passes (77-55) e maior eficácia de passe (75%-70%).

  • À entrada para os derradeiros 15 minutos da partida, os únicos dois remates contabilizados no segundo tempo pertenciam ao Arouca, embora nenhum tivesse sido enquadrados com a baliza de Rui Patrício. Ainda assim, destaque para a exibição de Zeegelaar, o jogador leonino com mais passes (55) e toques na bola (80%), e ainda com maior percentagem de duelos ganhos (71%).

  • Nem mesmo a entrada de Podence permitiu refrescar o ataque do Sporting, que passou a segunda parte sem somar um único remate. O Arouca ainda efectuou quatro disparos, embora nenhum deles tenha sido enquadrado com a baliza de Rui Patrício, que não realizou nenhuma defesa nos 90 minutos.

O Homem do Jogo 👑

Bruno César foi um raio de sol (ele que até se queixou do calor na flash interview) numa partida com poucas oportunidades. O médio brasileiro reentrou para o onze em detrimento de Matheus Pereira e justificou a aposta, marcando o golo que daria os três pontos à sua equipa. Para além disso, Bruno César foi o autor de dois passes para ocasião, dois cruzamentos eficazes e sete entradas na área adversária. Tudo somado, o camisola “11” terminou a partida como o homem do jogo, com um GoalPoint Rating de 7.3.

Jogadores em foco 🔺🔻 

  • Bolat 6.6 – Impediu uma derrota por números mais expressivos, contabilizando cinco defesas e uma saída pelo solo eficaz.
  • Zeegelaar 6.4 – Redimiu-se da falha que deu origem ao golo arouquense com uma boa exibição a nível ofensivo: dois passes para ocasião (um deles uma assistência), 77% de passes eficazes no meio-campo adversário e 86 toques. Ainda assim, perdeu a bola 20 vezes.
  • Bas Dost 5.9 – Noite bastante apagada do avançado holandês. Acertou apenas dez dos 24 passes que fez e perdeu a bola 16 vezes. Os dois remates que fez foram enquadrados com a baliza mas não deram em golo. Um passo atrás na corrida à Bota de Ouro.
  • Rui Patrício 4.7 – Acabou por sofrer um golo sem ter feito uma única defesa nos 90 minutos. Doze dos seus 23 passes longos foram eficazes.
  • Anderson Luís 4.1 – O pior jogador da tarde. Cometeu um erro resultante em golo e quatro faltas. Nenhum dos quatro cruzamentos que fez foi eficaz.

Hostel on Wheels

Resumo💻

Luís Mira
Luís Mira
Jornalista com mais de uma década de experiência profissional. Colaborou com vários órgãos de comunicação, nacionais e estrangeiros, entre os quais Público, A Bola, Goal.com, Sky Sports e BBC.
GoalPoint

GRÁTIS
BAIXAR