O site norte-americano Bleacher Report (BR) realizou um interessante exercício: hierarquizar as 100 transferências mais caras da história do futebol após correcção da inflação, de modo a fazer reflectir, com a maior exactidão possível, os valores pagos há alguns anos mas que continuam a impressionar. Alguns desses valores impressionam ainda mais, após analisarmos o original exercício do Bleacher.

QUEM SE LEMBRA DE DENILSON?

São mais de 4,5 mil milhões de euros investidos e uma história que começa em 1998, no tempo em que o Bétis era capaz (ou julgava ser, os problemas vieram depois) de adquirir o brasileiro Denilson (que nunca confirmou o potencial que lhe foi atribuído) por cerca de 31 milhões de euros, que hoje seriam… 39,5 e colocariam o extremo oriundo do São Paulo no 60º posto deste ranking.

Denilson, Bétis
Denilson, Bétis

RONALDO E FIGO, QUEM MAIS

Antes de apresentarmos a lista completa compilada pelo Bleacher apresentamos o “top 10” de sempre, num valor combinado de 816 milhões de euros (673 milhões sem inflação) e com uma particularidade: apenas dois países colocam dois jogadores nos dez primeiros de sempre: a Argentina (Di Maria e Crespo) e Portugal, com Luís Figo e Cristiano Ronaldo. Os dois portugueses somam quase 180 milhões (156 antes de correcção) e ocupam o sexto e o posto posto da lista, respectivamente.

[vc_table vc_table_theme=”simple”][b;bg#f4cd61]Jogador,[b;align-center;bg#f4cd61]Ano%20,[b;bg#f4cd61]Nacion.,[b;bg#f4cd61]De,[b;bg#f4cd61]Para,[b;align-center;bg#f4cd61]Valor%20(m%E2%82%AC),[b;align-center;bg#f4cd61]Ap%C3%B3s%20inflac%C3%A7%C3%A3o%0A(m%20%E2%82%AC)|[b;bg#dddddd]Cristiano%20Ronaldo,[b;bg#dddddd;align-center]2009,[b;bg#dddddd]Portugal,[b;bg#dddddd]Manchester%20United,[b;bg#dddddd]Real%20Madrid,[b;bg#dddddd;align-center]94,[bg#dddddd;b;align-center]102%2C4|Gareth%20Bale,[align-center]2013,P.%20Gales,Tottenham,Real%20Madrid,[align-center]91,[align-center]92%2C4|Zinedine%20Zidane,[align-center]2001,Fran%C3%A7a,Juventus,Real%20Madrid,[align-center]75,[align-center]92%2C1|Luis%20Suarez,[align-center]2014,Uruguai,Liverpool,Barcelona,[align-center]-,[align-center]81|James%20Rodriguez,[align-center]2014,Col%C3%B4mbia,Monaco,Real%20Madrid,[align-center]-,[align-center]79%2C5|[b;bg#dddddd]Luis%20Figo,[b;bg#dddddd;align-center]2000,[b;bg#dddddd]Portugal,[b;bg#dddddd]Barcelona,[b;bg#dddddd]Real%20Madrid,[b;bg#dddddd;align-center]62,[bg#dddddd;b;align-center]77%2C6|Angel%20Di%20Maria,[align-center]2014,Argentina,Real%20Madrid,Manchester%20United,[align-center]-,[align-center]75|Z.%20Ibrahimovic,[align-center]2009,Su%C3%A9cia,Internazionale,Barcelona,[align-center]69,[align-center]74%2C9|Hernan%20Crespo,[align-center]2000,Argentina,Parma,Lazio,[align-center]56%2C5,[align-center]70%2C7|Kaka,[align-center]2009,Brasil,Milan,Real%20Madrid,[align-center]65,[align-center]70%2C5[/vc_table]

Html code here! Replace this with any non empty text and that's it.

Outro detalhe curioso deste “top 10” reside no facto de, das dez maiores transferências, seis terem tido por destino o Real Madrid, que totaliza cerca de 895 milhões de euros de investimento nesta análise. Se às seis contratações “merengues” somarmos os dois jogadores que rumaram aos grandes rivais dos “blancos” (Luis Suárez e Zlatan Ibrahimovic, Barcelona) temos oito das dez maiores transferências destinadas à Liga BBVA, e um sinal de que, apesar da superioridade económica que a Premier League vai afirmando sobre as restantes Ligas europeias, a Liga espanhola ainda define os grandes recordes do mercado, alguns deles bem recentes (Bale, Suárez e James Rodriguez).

> NA PRÓXIMA PÁGINA: AS “ÁGUIAS” E “DRAGÕES” DO RANKING E OS RESTANTES “90”