Atlético 🆚 Real Madrid | Benzema impede fuga “colchonera”

-

GoalPoint-Atletico-Madrid-Real-Madrid-Spanish-La-Liga-202021-Ratings
Clique para ampliar

A luta pela La Liga foi relançada. O grande dérbi de Madrid, entre Atlético e Real, parecia que ia cair para os homens da casa, que marcaram primeiro, mas os “merengues” conseguiram um empate nos últimos instantes, que mantém as duas formações separadas por cinco pontos. O grande beneficiado foi o Barcelona, que bateu o Osasuna no sábado, por 2-0, e está assim a três pontos do líder Atlético. Porém, os comandados de Diego Simeone somam menos um jogo.

O jogo teve o seu primeiro momento decisivo em cima do primeiro quarto-de-hora. Num rápido contra-ataque conduzido por Marcos Llorente, este serviu Luis Suárez no momento certo, o uruguaio evitou o fora-de-jogo e, perante Thibaut Courtois, rematou numa espécie de “trivela” que manteve a bola fora do alcance do guardião belga do Real Madrid. O resto da história do jogo conta-se com a reacção dos “merengues”, à procura do empate, e com os “colchoneros”, confortáveis na liderança do jogo (e da tabela), a explorarem as transições rápidas.

O Real esteve mais em cima do seu adversário na primeira parte, e ainda mais na segunda, sem, contudo, criar muitas situações de perigo. Pelo menos até aos últimos dez minutos. Em cima dos 80, Karim Benzema “abriu o livro” e, sozinho, obrigou Jan Oblak a duas defesas tremendas, enchendo completamente a baliza. Um primeiro aviso para o que aconteceria aos 88 minutos, ou seja, o empate. Excelente lance de Benzena a entrar na área, o francês deixou para o brasileiro Casemiro, que voltou a entregar ao atacante, e este só teve de empurrar para o 1-1 final.

[ Incrível o número de passes entre os médios do Real ]

GoalPoint-Atletico-Madrid-Real-Madrid-Spanish-La-Liga-202021-pass-network
Clique para ampliar

Luis Suárez 7.5 – O uruguaio tem 34 anos, foi “despachado” pelo Barça, mas continua em grande. Suárez foi a principal dor de cabeça para o Real, não só porque marcou o golo dos “colchoneros”, mas também porque foi o segundo mais rematador, com seis disparos, quatro deles enquadrados, criou uma ocasião flagrante, fez quatro passes ofensivos valiosos e somou seis acções defensivas na área contrária. Teve ainda tempo de desperdiçar uma ocasião flagrante.

Casemiro 7.3 – Poderíamos destacar aqui Benzema, o autor do outro golo, o mais rematador (8), aquele que somou mais acções com bola na área adversária (9). Mas a nota do francês levou uma “talhada” com as duas ocasiões flagrantes desperdiçadas, pelo que a figura do Real foi Casemiro. O ex-FC Porto fez a assistência para o golo do francês, registou três passes para finalização, 100 acções com bola, ganhou os três duelos aéreos defensivos em que participou e fez seis desarmes.

GoalPoint
GoalPoint
O GoalPoint.pt é um site produzido pela GoalPoint Partners, uma start-up especializada em análise estatística de futebol, que oferece serviços dirigidos a profissionais, media, patrocinadores/anunciantes e adeptos.