Barómetro Agosto: Porto sai na “pole position”

Retomamos o Barómetro GoalPoint fazendo o balanço do desempenho dos três candidatos durante o mês de Agosto.

barometro700Ago

Recuperamos o Barómetro GoalPoint, que havíamos lançado após a primeira jornada, desta feita em directa comparação entre os “três grandes” após conclusão do primeiro mês (de apenas três jornadas) de competição. A realidade dos pontos coloca o FC Porto com nove, seguido do Benfica com sete e Sporting com cinco. Mas para lá da métrica decisiva dos pontos o que nos diz o desempenho de cada um dos candidatos ao título até agora? É essa a análise comparativa que aqui apresentamos.

1. Porto e Sporting nos extremos da eficácia

Na análise de todos os dados que vamos apresentar neste primeiro barómetro mensal comparativo torna-se fundamental relembrar que neste primeiro mês de competição Benfica e Sporting defrontaram-se entre si, factor que tem uma influência clara no seu rendimento comparado com os “dragões”, que pese embora maiores apertos sentidos em Paços de Ferreira cumpriram três jogos de dificuldade menor, dois deles em casa. Tendo este factor em consideração podemos, no entanto, realçar a eficácia superior dos “azuis-e-brancos” (12% dos remates efectuados resultaram em golo) que encontra no Sporting o extremo oposto: os “leões” fizeram mais remates enquadrados por jogo (mas não atingindo o grau de acerto dos “encarnados”), mas apresentam um aproveitamento muito reduzido, ao qual não terá sido alheia a ausência daquele que é, em teoria, a primeira opção ofensiva do Sporting, Islam Slimani.

GP - barometro - remate - Ago201415

 

2. Um carrocel a Norte e um “leão” que muito cruza

A primeira jornada havia deixado a indicação de que Lopetegui estaria a tentar implementar uma versão própria do “tiki-taka”, privilegiando a circulação de bola com a decisão de remate reservada para as zonas de maior perigo, de preferência já dentro da grande área. Após três jogos, e apesar de uma menor produção em Paços de Ferreira, o barómetro confirma essa tendência, com os “dragões” a registarem uma média de 617 passes por jogo, claramente superior aos dois rivais, factor que no entanto deve ter em conta o que já referimos: “leões”  e “águias” defrontaram-se, num jogo naturalmente repartido que viu ambas as equipas fazerem menos passes do que é expectável em jogos contra opositores menos habilitados.

Mas mais do que a quantidade de passes o que sobressai no desempenho “azul-e-branco” é a elevada qualidade de passe (87%), sem a qual a opção de Lopetegui não seria aplicável. Na concorrência o destaque vai para os cruzamentos: Sporting não disfarça a sua apetência para o recurso aos cruzamentos para o interior da área mas com pouco sucesso (apenas 19% recebidos por jogadores leoninos) enquanto os campeões nacionais são os que menos cruzam (apenas 13 tentativas por jogo) mas são os que o fazem com maior acerto (cerca de 31%).

GP - barometro - passe - Ago201415

 

3. Dragões ainda não sofreram golos e isso é natural

Analisando o desempenho defensivo dos três candidatos, a eficácia dos “dragões” é incontornável: zero golos sofridos. O facto não será estranho tendo em conta que os portistas são também aqueles que menos remates permitem ao adversário por partida (6,7), facto ao qual não será alheio serem os que mais entradas e intercepções realizam durante os 90 minutos. Já os “leões” são os que mais recorrem aos alívios para anular o perigo das investidas adversárias.

GP - barometro - defesa - Ago201415

 

4. Ainda ninguém aproveitou as grandes penalidades

No capítulo disciplinar o Sporting foi até agora o mais castigado, com destaque para o duplo amarelo recolhido por William Carvalho na deslocação a Coimbra. O Benfica foi o único dos “três grandes” a ter uma grande penalidade assinalada contra si, frente ao Paços de Ferreira, mas os pacenses não souberam aproveitar a oportunidade. No sentido oposto tanto “leões” como “dragões” já beneficiaram de grandes penalidades mas mostraram igual desacerto na hora de concretizar a máxima oportunidade de bola parada que o futebol tem para oferecer.

GP - barometro - disciplina - Ago201415