A sétima jornada da Liga NOS ficou em suspenso, pois quis o nevoeiro que o nosso barómetro comparativo do desempenho dos “grandes” fosse posto em causa. No entanto, e apesar do Benfica ter agora (e até ver) um jogo disputado a menos que os rivais, a análise não sai, na sua maioria, afectada, precisamente por compararmos desde há algum tempo dados médios por encontro. Eis os números actualizados numa semana em que, para lá do “descanso” forçado da “águia”, “dragões” e “leões” aproveitaram para golear de forma convincente o Belenenses e o Vitória de Guimarães.

Barómetro GoalPoint 2015/16: Jornada 7
Clique na infografia para ampliar (infografia: GoalPoint)

MELHORIAS NA CONCRETIZAÇÃO

A principal novidade da semana centra-se nas melhorias de Porto e Sporting na sua taxa de remates convertidos em golo, com os “dragões” a assumirem a liderença nesta variável e os “leões” a ultrapassarem novamente o Benfica.

O Sporting merece, aliás, destaque adicional pois é a única equipa a atingir a média de 40% de remates enquadrados (sobre o total dos que realizou até agora), deixando o FC Porto com 36% e o Benfica com 33%. Ou seja, os “leões” podem ainda ser o candidato que menos remata enquadrado por jogo mas apresenta o maior acerto sempre que decide alvejar a baliza contrária, mesmo que a taxa de concretização ainda não o sancione.

Se juntarmos este indicador ao dos remates enquadrados permitidos ao adversário (indicador no qual o Sporting ainda comanda apesar de ter piorado o registo em quatro décimas), torna-se fácil perceber a liderança leonina repartida da prova com o Porto, mesmo que o futebol leonino nem sempre tenha sido tão generoso como o foi nesta jornada (e que provocou uma subida de uma décima no GoalPoint Rating global dos “verde-e-brancos”).

CASILLAS RETOMA LIDERANÇA

Uma semana após permitir a aproximação de Júlio César, eis que Iker Casillas reassume o lugar cimeiro no capítulo da eficácia na hora de travar remates enquadrados com a sua baliza, subindo para os 75% após uma goleada frente ao Belenenses na qual, apesar de tudo, o espanhol ainda foi chamado a intervir.

Com a paragem da Liga NOS para compromissos da selecção, também o Barómetro GoalPoint “descansa”, mas voltará logo que a competição regresse.

Confira todas as edições do Barómetro GoalPoint neste link.