GoalPoint-Bayern-Dortmund-German-Bundesliga-201819-Ratings
Clique para ampliar
GoalPoint-Bayern-Dortmund-German-Bundesliga-201819-MVP
Clique para ampliar
GoalPoint-Bayern-Dortmund-German-Bundesliga-201819-90m
Clique para ampliar

O Bayern de Munique assumiu a liderança da Bundesliga em grande estilo, na sequência do grande “clássico” do futebol alemão. Na recepção ao então primeiro classificado Borússia de Dortmund, os bávaros não foram de modas e venceram por uma mão cheia de golos sem resposta. Os 5-0 finais foram construídos quase na totalidade na primeira parte, altura em que os anfitriões marcaram por quatro vezes.

O descalabro dos “auri-negros” começou aos dez minutos, quando um antigo jogador seu, Mats Hummels, fez o 1-0 de cabeça, na sequência de um canto da esquerda apontado por Thiago Alcântara. Logo a seguir, um erro tremendo de Dan-Axel Zagadou permitiu a Robert Lewandowski (17′) isolar-se, passar a bola por cima de Roman Bürki e finalizar de forma acrobática, com Javi Martínez (41′) a ampliar e Serge Gnabry (43′) na fixar o resultado em 4-0 antes do intervalo.

No segundo tempo o Bayern abrandou o ritmo e criou muito menos perigo. Ainda assim só permitiu um remate ao Dortmund após o intervalo, com os visitantes a terminarem apenas com quatro disparos e um enquadrado. Ao invés, os da casa registaram 22, sendo que dez deles levaram a direcção da baliza, numa partida em que foram superiores em praticamente todos os momentos do jogo.

O melhor em campo foi Gnabri. Lewandowski bisou, é certo, mas o extremo registou um impressionante GoalPoint Rating de 8.5, com um golo marcado em três remates, uma assistência e duas ocasiões flagrantes criadas em quatro passes para finalização e três dribles eficazes em quatro tentativas. Renato Sanches jogou os derradeiros dez minutos, enquanto Raphäel Guerreiro não actuou, por estar lesionado.