GoalPoint-Bayern-Real Madrid-Champions-League-201718-Ratings
Clique para ampliar
GoalPoint-Bayern-Real Madrid-Champions-League-201718-MVP
Clique para ampliar
GoalPoint-Bayern-Real Madrid-Champions-League-201718-90m
Clique para ampliar

O Real Madrid deu um passo muito importante para marcar presença, pela terceira época consecutiva, na final da Liga dos Campeões. Apesar de não terem realizado uma exibição convincente, os “merengues”, ainda assim, venceram em casa do Bayern de Munique por 2-1. Os alemães foram superiores, em especial no primeiro tempo, criaram as melhores oportunidades, mas a eficácia ofensiva dos espanhóis ditou leis. E desta vez nem precisaram dos golos de Cristiano Ronaldo.

A primeira parte foi agridoce para o Bayern, que perdeu Arjen Robben (8′) e Jérôme Boateng (34′) por lesão, embora tal não tenha afectado a excelente prestação colectiva dos germânicos. Joshua Kimmich colocou os bávaros na frente aos 28 minutos, e a formação de Jupp Heynckes esteve sempre por cima, terminando a primeira parte com 56% de posse, sete remates (três enquadrados), para quatro disparos do Real (dois com boa direcção), e três ocasiões flagrantes, contra nenhuma dos espanhóis. Ainda assim, e apesar de o Bayern ter podido chegar ao intervalo com uma vantagem gorda, a verdade é que os “merengues” marcaram, por Marcelo (44′), quando ninguém esperava.

O segundo tempo manteve a tendência de domínio por parte dos homens da casa, embora se notasse que o golo de Marcelo deixara marcas na equipa. Assim, o Bayern atacou, pressionou, mas sem grande clarividência, aproveitando o Real para marcar, por Asensio, aos 57 minutos, num rápido contra-ataque. No final, o Bayern registou 60% de posse de bola, 17 remates (cinco enquadrados), contra sete do Real (quatro à baliza), e criou cinco oportunidades flagrantes (todas desperdiçadas), para apenas uma dos “merengues”. James Rodríguez acabou por ser o melhor em campo, com um GoalPoint Rating de 6.6, fruto de uma assistência em quatro passes para finalização, 90% de eficácia de passe, nove vezes a bola colocada na área do Real e quatro desarmes.

GoalPoint-T-shirts-2017-banner