Se é daqueles que acha, e bem, que os 33 golos de Jonas em 29 jornadas são um registo fora do normal, fique sabendo que há um jogador na Liga NOS que faz ainda melhor. Certo que, na tabela de goleadores do nosso campeonato, o mais próximo de Jonas é Bas Dost, com 24 golos, mas há um jogador que precisa de menos tempo para marcar do que o goleador “encarnado”.

Dyego Sousa, ponta-de-lança brasileiro do Braga, leva apenas 438 minutos na Liga NOS 17/18, entre cinco jogos como titular e nove como suplente utilizado, mas nesse curto período de utilização marcou um total de sete golos, um a cada 61 minutos e 32 segundos. É uma extrapolação com algum grau de injustiça, porque entrar no final das partidas, quando os jogos estão tacticamente mais anárquicos, tende a beneficiar os avançados, mas pode dizer-se que se Dyego tivesse os mesmos 2329 minutos de utilização de Jonas e mantivesse a sua média actual, teria neste momento 37 golos no campeonato.

Este é um registo exemplar, não só internamente. Adicionando à Liga NOS os cinco principais campeonatos europeus e olhando para os 2239 jogadores com tanta ou mais utilização que Dyego Sousa, não encontramos nenhum goleador a nível europeu com melhor média que o “camisola 99” bracarense.

GoalPoint-Melhores-da-Europa-201718-Golos
Clique para ampliar

Um registo que se explica com outros muito interessantes. Comparemos os números de Dyego Sousa esta temporada com os dos dez melhores goleadores (em média por 90 minutos)

JogadorClubeGolosOcas. flag.% Ocas. flag. conv.Remates área% Rem. área enquad.Rem. cabeça
Dyego SousaBraga1,41,663%4,950%2,1
JonasBenfica1,30,961%3,549%0,7
LewandowskiBayern1,21,547%3,845%0,8
SalahLiverpool1,11,350%3,551%0,3
ImmobileLazio1,10,963%2,849%0,7
DybalaJuventus1,00,383%1,850%0,0
DostSporting1,01,058%2,255%1,2
MessiBarcelona1,00,948%2,951%0,1
RonaldoReal M.1,01,439%5,241%1,0
JovicFrankfurt1,01,550%3,352%0,7

Médias por 90 minutos nas top-5 ligas europeias + Liga NOS
Fonte: GoalPoint/Opta

Nenhum outro jogador aparece tantas vezes em posição de ocasião flagrante como Dyego Sousa entre estes dez goleadores, e só Kostas Mitroglou (1,7 / 90m) supera o registo do brasileiro entre todos os jogadores analisados. Só que enquanto “Mitro” converte apenas 39% das ocasiões flagrantes de que dispõe, Dyego fá-lo 63% das vezes. Um registo só igualado por Ciro Immobile neste lote de dez craques e superado por Dybala, só que com muito menos frequência.

Mas há mais. A média de remates dentro da área conseguida pelo brasileiro só tem paralelo em Cristiano Ronaldo, só que, enquanto o português acerta na baliza em 41% dos remates, Dyego Sousa fá-lo em metade das vezes. Se excluirmos os remates de cabeça, a taxa de acerto com a baliza de Dyego Sousa sobe para 64%, um número mais uma vez quase sem paralelo entre os principais goleadores da Europa.

Dyego destaca-se ainda pela qualidade no um-para-um, registando uma média de 1,6 dribles eficazes a cada jogo, 73% dos que tenta. Pontas-de-lança com a sua fisionomia, como Lewandowski, Immobile, Cavani, Icardi, etc, não chegam sequer a um drible eficaz por jogo e aos 50% de eficácia nas suas tentativas.

Números de luxo que Abel Ferreira vai tendo, para já… no banco de suplentes. No entanto, por tudo o que vem mostrando quando é chamado e até pelo que fez em épocas anteriores, no Marítimo, Dyego Sousa está sem dúvida entre os melhores pontas-de-lança do nosso campeonato.