Braga | Se numa noite de Outono um viajante… 🍂

-

Html code here! Replace this with any non empty text and that's it.

18 de Dezembro de 2016. O Sporting de Braga tinha sido eliminado da Liga Europa, ao não ir além de um empate frente ao Gent, em casa, quando uma vitória lhe teria dado passagem para as eliminatórias. José Peseiro saiu do comando da equipa, que na Liga NOS seguia no quarto lugar, a seis pontos do líder Benfica e apenas um atrás do Sporting de Jorge Jesus.

No calendário, uma visita a Alvalade, mas o curto espaço de tempo entre os jogos não permite a chegada de um novo técnico. Abel Ferreira, treinador da equipa B, avança para o comando, interinamente. Será o seu primeiro jogo na Liga NOS na temporada 2016/17, antes de voltar a pegar na equipa no final da época, após saída de Jorge Simão.

Quase sete meses depois, a 5 de Novembro de 2017, o Sporting de Braga volta a Alvalade. Abel Ferreira é o treinador principal da equipa – que se encontra no quarto lugar, a sete pontos do primeiro classificado e a cinco do Sporting de Jorge Jesus. Vem de um empate na Liga Europa, frente ao Ludogorets, que mantém a equipa a depender apenas de si mesma para garantir o apuramento, ainda que com uma final em agenda, na recepção aos alemães do Hoffenheim. Este é um texto que fala dos textos que falam de futebol.

O jogo enquanto ilusão

Uma das verdades do futebol, diz-se, é o facto de uma equipa não mudar em dois dias. E, no entanto, a história da visita a Alvalade em 2016 é a de uma equipa a largar a herança de José Peseiro para deixar subentendido, como uma ilusão, aquele que seria o seu futuro, segundo Abel Ferreira, profecia que ainda demoraria uns meses a confirmar-se.

GoalPoint-Abel-Ferreira-Luis-CristovaoNessa noite, Abel estreou-se na Liga NOS, com jogadores como Mattheus e Ricardo Ferreira (ambos titulares habituais esta época), trazendo Alan de volta à titularidade e optando por uma frente de ataque com Wilson Eduardo e Rui Fonte, com muita mobilidade, a perturbar a organização defensiva do Sporting. A formação do Braga não tinha mudado, mas tinha-se adaptado a uma realidade concreta, o Sporting de Jorge Jesus, para o tentar fragilizar, ainda mais, onde este já apresentava lacunas.

A vitória frente ao Sporting elevou a cotação do técnico bracarense. Mas estávamos, sobretudo, no domínio do momento, da micro-gestão de um grupo com o qual se mantém uma relação de distância, para um jogo onde se conhece perfeitamente o adversário, depois de um resultado chocante (a eliminação da Liga Europa) e num encontro de enorme motivação intrínseca. A Abel Ferreira faltava transformar a “mentira” numa “verdade”.

Na próxima página: O antes e o agora

Luis Cristóvão
Luis Cristóvãohttps://luiscristovao.com/
Luís Cristóvão, autor do podcast Linha Lateral e comentador no Eurosport Portugal.
GoalPoint

GRÁTIS
BAIXAR