Braga 🆚 Zorya Luhansk | Minhotos terminam em segundo 👏

-

GoalPoint-Braga-Zorya-Luhansk-Europa-League-202021-Ratings
Clique para ampliar

O Sporting de Braga terminou no segundo lugar do Grupo G da Liga Europa. A formação minhota fez a sua parte e venceu o Zorya Zuhansk por 2-0, mas não conseguiu passar o Leicester, que bateu o AEK de Atenas pelo mesmo resultado. As duas equipas terminaram com 13 pontos cada, o que representa uma campanha muito positiva do emblema luso.

[ A ter em conta os xG, só podia haver um vencedor na Pedreira ]

GoalPoint-Braga-Zorya-Luhansk-Europa-League-202021-xG
Clique para ampliar

Primeira metade muito animada, com vários lances perto das duas balizas, mas mais no ataque do Braga. Os minhotos criaram muitos lances de perigo, incluindo duas ocasiões flagrantes, estiveram muito mais em acção na área ucraniana (10 contra 5 na outra extremidade) e, apesar de terem chegado ao descanso com menos posse de bola, remataram mais. Mas a definição na altura do remate não era a melhor, pelo que o nulo persistia.

Mais oportunidades para o Braga no arranque do segundo tempo, com João Novais a acertar na barra aos 56 minutos, na sequência de um livre. E aos 61 minutos, finalmente o golo, ao 13º disparo dos “arsenalistas”. Galeno trabalhou bem na esquerda, rematou e Joel Abu Hanna fez autogolo. Infelicidade para o central israelita. E aos 69 minutos, após algumas mexidas de Carlos Carvalhal, Iuri Medeiros serviu e Ricardo Horta finalizou com categoria.

O Zorya tentou responder e assumiu o controlo das operações, mas invariavelmente a defesa portuguesa ia dando conta do recado, com um excelente acompanhamento dos momentos ofensivos dos ucranianos, que assim não conseguiram furar a defesa da casa, e quando o conseguiram tiveram um último obstáculo na baliza.

[ Muito futebol do Zorya pelo centro facilitou a tarefa minhota ]

GoalPoint-Braga-Zorya-Luhansk-Europa-League-202021-pass-network
Clique para ampliar

Tiago Sá 6.9 – Esse obstáculo foi o guardião bracarense. Tiago Sá voltou ao “onze” minhoto e brilhou, sendo o melhor em campo. Não apenas pelas duas defesas, ambas a remates na sua grande área, mas também na distribuição, com cinco passes longos certos em oito e com uma distância média de passe de 26 metros.

Zé Carlos 6.4 – O melhor na primeira parte acabou por sair lesionado, por volta dos 70 minutos. O ala direito criou duas ocasiões flagrantes em dois passes para finalização, fez um passe de ruptura e completou três de quatro tentativas de drible. Não tivesse desperdiçado uma ocasião flagrante e, provavelmente, teria terminado como MVP. Teria sido uma estreia de sonho para o jovem de 22 anos, que fez o seu primeiro encontro pelos minhotos.

GoalPoint
GoalPoint
O GoalPoint.pt é um site produzido pela GoalPoint Partners, uma start-up especializada em análise estatística de futebol, que oferece serviços dirigidos a profissionais, media, patrocinadores/anunciantes e adeptos.
GoalPoint

GRÁTIS
BAIXAR