Quando falamos em desporto, falamos de uma parte extremamente importante da cultura brasileira. Se o povo brasileiro já vibra com e em qualquer ambiente de festa, imagine quando falamos em apoiar a sua seleção ou um desportista em qualquer modalidade: é a loucura.

Com efeito, e para recordar que o Brasil é uma das maiores potências desportivas mundiais, partilhamos com os leitores as modalidades em que a história é feita de “Ordem e Progresso”.

Campeões feitos de vontade, querer e ambição

Futebol

Se perguntássemos qual é o maior sonho de muitos jovens brasileiros, muitos provavelmente iam responder que sonham ser jogadores de futebol profissional. Quem é que não deseja ser o próximo Pelé (considerado por muitos o melhor jogador de sempre), Ronaldo (o “fenómeno” era um jogador explosivo e talentoso) ou Ronaldinho (um mágico com a bola nos pés)?

Esta resposta é tudo, porque, ao longo dos anos, o Brasil produziu alguns dos jogadores de futebol mais talentosos do mundo e é a única seleção que conquistou até à data cinco títulos de campeão mundial. Sob a liderança da CBF – Confederação Brasileira de Futebol, a seleção brasileira de futebol venceu o Mundial da FIFA por cinco vezes, em 1958, 1962, 1970, 1994 e 2002 (um recorde), e é a única equipa a conseguir classificar-se para todos os mundiais desde a criação da competição.

Em 2019 tornou-se campeão da América do Sul pela nona vez. O que demonstra bem a força e a tradição da seleção brasileira no desporto rei.

Voleibol

O Voleibol é, desde os anos 80 do século passado, a segunda modalidade mais popular no Brasil. A seleção brasileira feminina de voleibol, para além de ser a atual campeã olímpica, é também presença assídua no topo do ranking mundial da FIVB. Já a seleção masculina é também uma constante nos primeiros lugares ranking mundial da FIVB e conquista títulos atrás de títulos nas maiores competições da modalidade, como por exemplo, a Taça do Mundo e o Campeonato Mundial.

Recentemente, um dos jogadores mais titulados da história da modalidade anunciou a sua retirada dos pavilhões. Falamos de Serginho, considerado um dos melhores líberos da história, que acumulou quatro finais olímpicas seguidas com duas medalhas de ouro, além de dois mundiais, tricampeonato da Copa do Mundo, nove campeonatos da Liga Mundial, um campeonato pan-americano, diversos campeonatos sul-americanos e o título da Superliga.

Poker

Num dos desportos mentais mais populares a nível mundial, se não mesmo o mais famoso, também encontramos brasileiros a fazer história e a ganhar torneios de renome.

João Simão, Caio Pessagno, Bernardo Dias ou André Akkari, sendo que este último é um verdadeiro embaixador deste desporto na América Latina, são figuras assíduas nas mesas de poker dos mais importantes eventos da modalidade. Com milhares de prize money’s somados, fazem parte da elite do poker mundial. Para além disso, são jogadores que mostram que o Brasil também já é uma escola e um caso sério nesta modalidade. Seja em mesas virtuais com dinheiro fictício para praticar ou em mesas físicas, com jogadores frente a frente, a verdade é que o Brasil já conta com mais de 7 milhões de jogadores de poker.

Quem sabe se nos próximos anos não existirão mais craques escondidos um pouco por todo o Brasil!

Fórmula 1

O automobilismo, mais concretamente a Fórmula 1 (F1), é um dos desportos mais populares no Brasil. Até agora, o Brasil produziu três campeões mundiais de Fórmula 1: Emerson Fittipaldi (venceu duas vezes: 1972 e 1974); Nelson Piquet (venceu três vezes: 1981, 1983 e 1987); e o malogrado Ayrton Senna (venceu três vezes: 1988, 1990 e 1991).

Contudo, o nome maior do automobilismo brasileiro é mesmo Senna. Mesmo 25 anos após nos ter deixado, o piloto continua a ser uma figura de culto e das mais respeitadas da modalidade. Uma autêntica lenda e herói nacional.

Atualmente, o Brasil continua a produzir talentos focados em conquistas no asfalto. Inúmeros são os pilotos que tentam a sua sorte e procuram sentir o sabor da vitória.

MMA

No que toca às artes marciais e ao MMA, o Brasil também tem sido um poço de grandes talentos desde que o desporto foi criado. Nomes como José Aldo, Renan Barão ou Anderson Silva são e foram algumas das figuras mais importantes da modalidade, com inúmeros cinturões conquistados. Tanto a nível nacional, como a nível internacional, sempre mostraram a grandeza do desportista brasileiro e a sua crença em conseguir grandes feitos.

Antes de terminarmos este artigo, deixar ainda uma menção a Gabriel Medina, campeão mundial de Surf, e “Guga”, antigo número 1 mundial de Ténis. Campeões nas respetivas modalidades e que também merecem fazer parte desta lista.

medal-1

Com efeito, seja em qualquer desporto, a intenção é só uma: levar a bandeira do Brasil o mais alto e longe possível.