Brasileirão ’15: 10 nomes prontos a atravessar o Atlântico

-

JORGE (Flamengo)

Brasileirão 2015: 10 nomes prontos a atravessar o Atlântico - Jorge
Clique na infografia para ampliar (infografia: GoalPoint)

Atenção a este menino que tem tudo para ser dos melhores laterais-esquerdos do Brasil num futuro próximo. Nascido e criado no Flamengo, foi esta época aposta como titular e impressionou muita gente dada a maturidade que demonstra tendo em conta a sua idade. Velocidade e pulmão para dar e vender como seriam de esperar num miúdo de 19 anos, mas Jorge é muito mais que isso e revolou atributos a defender e a atacar que o podem tornar num caso sério num futuro muito próximo.

Cerca de três desarmes por jogo, com 75% de eficácia nas tentativas, e ainda três passes interceptados a cada 90 minutos, demonstram não só qualidade na marcação como uma excelente leitura de jogo em antecipação para a sua idade. Mas há mais, Jorge tem 1,84m, atributo importante num lateral moderno quando chega a hora de defender, e também a atacar dá garantias, com uma eficácia de cruzamento de 27%, (número acima da média para um lateral), e 49% de eficácia de drible, o 3º melhor entre laterais em todo o campeonato. Seria bom reforço para qualquer equipa portuguesa, mas nomeadamente para o Benfica, que tem sofrido muito nessa posição.

 

GABRIEL JESUS (Palmeiras)

Brasileirão 2015: 10 nomes prontos a atravessar o Atlântico - Gabriel Jesus
Clique na infografia para ampliar (infografia: GoalPoint)

O mais novo da nossa lista, com apenas 18 anos fez 20 jogos (12 como titular), somando quatro golos e duas assistências. Apesar de ser ponta-de-lança de origem, tem jogado no Palmeiras a partir das alas, demonstrando ainda assim a excelente capacidade finalizadora que já trazia das camadas jovens.

Considerado por muitos a grande revelação do campeonato, muitas notícias já surgiram sobre o interesse de clubes europeus, mas o Palmeiras já definiu o preço: 130M de Reais, cerca de 32M de Euros! Gabriel Jesus destaca-se sobretudo pela movimentação constante, sempre à procura da bola para criar desiquilibrios, seja a driblar seja a rematar. Os números confirmam, quatro tentativas de drible por jogo e cerca de 2.6 remates, demonstram não só irreverêcia como grande confiança, algo sempre muito apreciado nestas idades. O futuro dirá se Gabriel Jesus segue a curva de evolução esperada, mas tudo indica estarmos na presença de mais uma pepita brasileira.

> NA PRÓXIMA PÁGINA: “VOLANTES” PARA TODOS OS GOSTOS

Hernâni Ribeiro
Hernâni Ribeiro
Formado em estatística e gestão de informação, e Data Scientist profissional. É Head of Analytics na GoalPoint e responsável pela GoalPointPro