Brasileirão ’15: 10 nomes prontos a atravessar o Atlântico

-

RITHELY (Sport Recife)

Brasileirão 2015: 10 nomes prontos a atravessar o Atlântico - Rithely
Clique na infografia para ampliar (infografia: GoalPoint)

Peça fundamental na boa companha do Sport em 2015, Rithely é o carregador de piano do meio-campo do clube Nordestino e não deve ficar muito mais tempo ao serviço dos rubro-negros, tendo em conta o interesse dos maiores clubes brasileiros. Com apenas 1.74m, Rithely destaca-se pela enorme capacidade de trabalho, não parando quieto um minuto e controlando toda a área à frente da defesa com uma determinação e garra impressionantes.

Cerca de oito duelos ganhos por jogo, sendo que três deles são pelo ar, demonstram por si só a capacidade de trabalho que o maranhense demonstra, juntando a isso uma excelente eficácia de desarme como provam os 2.9 desarmes por jogo. Não se aventura muito no meio-campo contrário mas revela boa capacidade de passe, o que nos leva a querer que está perfeitamente preparado para o futebol europeu. Dos três clubes grandes portugueses talvez encaixasse melhor no Benfica, visto que Jorge Jesus não abdica de centímetros na posição “6”, e no Porto a mesma está muito bem preenchida com Danilo e Rúben Neves.

 

RODRIGO DOURADO (Internacional P. Alegre)

Brasileirão 2015: 10 nomes prontos a atravessar o Atlântico - Rodrigo Dourado
Clique na infografia para ampliar (infografia: GoalPoint)

O outro médio-defensivo da lista, este mais novo e mais alto que Rithely, mas um pouco menos intenso na maneira como joga. Veja-se que apesar de ter mais 13 centímetros, ganha um duelo aéreo a menos por jogo em relação ao homem do Sport, e mesmo na eficácia são parecidos (66% contra 61%).

No entanto Rodrigo compensa essa menor agressividade com um melhor posicionamento, filtrando muito jogo aos adversários com a sua boa capacidade de leitura de jogo em antecipação. Algumas dúvidas na sua capacidade da adaptação ao ritmo do futebol europeu, mas estão lá muitas das características que Jorge Jesus aprecia, e não enjeitaria moldar caso se verifique uma saída de William Carvalho.

Hernâni Ribeiro
Hernâni Ribeiro
Formado em estatística e gestão de informação, e Data Scientist profissional. É Head of Analytics na GoalPoint e responsável pela GoalPointPro