Champions | Haverá favoritos para chegar a Kiev? 🏆

-

As meias-finais da Liga dos Campeões de 2017/18 estão à porta. Esta terça-feira joga-se a primeira mão do embate entre Liverpool e Roma, em Anfield, numa reedição da final da Taça dos Clubes Campeões Europeus de 1984 – triunfo dos “reds” em pleno Olímpico de Roma. Quarta-feira é a vez do grande embate desta ronda, em Munique, com o Bayern a receber o bicampeão Real Madrid. Os ingredientes estão todos lá para uma semana de Champions de grande qualidade e emoção.

Um embate com tradição

O primeiro duelo coloca frente-a-frente duas equipas com um percurso relevante. O Liverpool é, das formações ainda em prova, a que soma mais golos, apresentando um tridente ofensivo de grande qualidade. Os 33 tentos que os “reds” somam nesta altura são reflexo de um conjunto que desfruta da vertigem ofensiva como poucos, perante uma Roma com números mais modestos, mas que vem de eliminar o poderoso Barcelona com um 3-0 na capital italiana. No dia seguinte, Cristiano Ronaldo e companhia têm pela frente a poderosa “máquina” de Jupp Heynckes, num embate que deverá produzir golos para as duas equipas.

E é pelo BayernReal Madrid que começamos a olhar, numa espécie de antevisão, para os números das quatro formações presentes nas meias-finais, os respectivos momentos de forma e as estatísticas acumuladas ao longo da competição, nos vários momentos de jogo. Prognósticos são muitos e esperamos, com esta abordagem, ajudá-lo a clarificar ainda mais as ideias em torno destes embates e potenciais desfechos.

GoalPoint-Preview-Jornada11-Bayern-Real-Madrid-Champions-League-201718-infog
Desempenho nos últimos 5 jogos da Champions (clique para ampliar)

 

Não é difícil adivinhar quem tem estado em melhor forma no Real esta época, no que à Champions diz respeito. Cristiano Ronaldo é o homem do momento e contribuiu sobremaneira para o percurso quase imaculado dos “merengues” na prova, em especial na fase eliminar, com excepção para a derrota caseira com a Juventus que, ainda assim, não tirou a equipa da competição.

Nos últimos cinco encontros na Liga dos Campeões (o primeiro dos quais ainda na fase de grupos), a equipa de Zidane mostrou que está empenhada em ganhar a terceira Champions seguida, como mostram os números. Porém, no comparativo global com o Bayern, que compreende dez jogos disputados por cada um dos emblemas, fica claro que a tarefa não será fácil para nenhuma das equipas. E se CR7 não estiver inspirado, os bávaros terão uma palavra a dizer, como poderá constatar na tabela abaixo.

[vc_table vc_table_theme=”classic”][c#ffffff;bg#000000]Desempenho%20UCL%2017%2F18,[c#ffffff;bg#dd3333;b;align-center]Bayern,[c#000000;bg#ffffff;align-center]R.%20Madrid|Golos%20marcados,[align-center]23,[align-center;bg#81d742;b]26|Golos%20sofridos,[align-center;bg#81d742;b]8,[align-center]12|Remates%20por%20jogo,[align-center]18%2C7,[align-center;bg#ffffff]19%2C5|Remates%20enquadrados%20p%2Fjgo,[align-center]7%2C0,[align-center;bg#81d742;b]7%2C7|%25%20taxa%20convers%C3%A3o%20remates,[align-center]12%2C3%25,[align-center;bg#81d742;b]13%2C3%25|%25%20golos%20remates%20%C3%A1rea,[align-center;bg#81d742;b]100%25,[align-center]88%25|Assist%C3%AAncias%20p%2Fjgo,[align-center]1%2C6,[align-center]1%2C8|Golos%20de%20cabe%C3%A7a,[align-center;bg#81d742;b]6,[align-center]2|%25%20m%C3%A9dia%20de%20posse%20de%20bola,[align-center]58%25,[bg#81d742;align-center;b]60%25|Passes%20finaliza%C3%A7%C3%A3o%20p%2Fjgo,[align-center]14%2C7,[align-center]15%2C7|Ocas.%20flagrantes%20p%2Fjgo,[align-center]2%2C6,[align-center]3%2C7|%25%20taxa%20convers%C3%A3o%20ocas.%20flag%2C,[align-center]53%2C1%25,[align-center;bg#81d742;b]40%2C4%25|%25%20efic%C3%A1cia%20de%20passe,[align-center;bg#81d742;b]86%2C6%25,[align-center]89%2C6%25|Recupera%C3%A7%C3%B5es%20p%2Fjgo,[align-center]65%2C3,[align-center;bg#81d742;b]60%2C0|Desarmes%20p%2Fjgo,[align-center;bg#81d742;b]17%2C0,[align-center]18%2C7|Intercep%C3%A7%C3%B5es%20p%2Fjgo,[align-center]10%2C9,[align-center;bg#81d742;b]11%2C6|Al%C3%ADvios%20p%2Fjgo,[align-center]12%2C8,[align-center]15%2C4|Al%C3%ADvios%20de%20cabe%C3%A7a%20p%2Fjgo,[align-center]6%2C1,[align-center;bg#81d742;b]8%2C8|Jogos%20sem%20sofrer%20golos,[align-center]4,[align-center;bg#81d742;b]3|Rem.%20enquad.%20enfrentados%20p%2Fjgo,[align-center;bg#81d742;b]3%2C6,[align-center]3%2C7|Defesas%20por%20jogo,[align-center]2%2C8,[align-center]2%2C6|%25%20defesas,[align-center;bg#81d742]77%2C8%25,[align-center]68%2C4%25[/vc_table]

Html code here! Replace this with any non empty text and that's it.

Desempenho acumulado desde o início da fase de grupos (Fonte: GoalPoint/Opta)

As diferenças entre Bayern e Real Madrid são claras, em estilo, prioridades, modelos de jogo, e isso reflecte-se nos números que ambas as formações apresentam até ao momento. O Real é uma equipa mais virada para o ataque, que gira em torno da sua estrela, Cristiano Ronaldo. Os “merengues” marcaram, até ao momento, 26 golos na Champions, mais três que o Bayern, que esta quarta-feira joga em casa. Os germânicos assentam mais o seu jogo na entreajuda, o que lhes permite terem sofrido menos quatro golos (8) que os espanhóis (12).

Não seria de espantar que nesta primeira partida na Alemanha assistíssemos a um Bayern mais na expectativa e um Real a procurar o golo desde cedo, apesar do poderio teutónico. É que a média de 60% de posse de bola do Real, perante os 58% dos bávaros, pode ter um peso, se a tal juntarmos outros dados das duas equipas. Se até aqui o Real rematou apenas ligeiramente mais do que o seu adversário por jogo (19,5 – 18,7), a verdade é que o tem conseguido com mais eficácia, pois enquadrou 7,7 dos seus disparos, para 7,0 dos germânicos. A taxa de conversão de remates em golo também favorece os espanhóis, mas é nas ocasiões flagrantes que o Bayern mostra a frieza e a tradicional eficiência alemã: o Real cria mais destes lances, mas o Bayern tem uma eficácia bem superior, nada menos que 53,1%, para os 40,4% da equipa de Zidane.

O Bayern ganha vantagem em alguns aspectos, como a capacidade para marcar golos de cabeça (6), algo a que a defesa “merengue” terá de ter em atenção – lances que a defesa “blanca” nem sempre consegue travar. Este é um aspecto que poderá ter peso na eliminatória. Bem como na competência dos guarda-redes. Mesmo sem Manuel Neuer, lesionado, o Bayern regista 77,8% de defesas, muito graças ao trabalho de Sven Ulreich, enquanto os espanhóis não passam de 68,4%.

Qualquer uma destas variáveis poderá ser fundamental no desfecho deste embate, mas olhando para os números, espera-se uma eliminatória equilibrada.

Na próxima página: Liverpool – Roma

GoalPoint
GoalPoint
O GoalPoint.pt é um site produzido pela GoalPoint Partners, uma start-up especializada em análise estatística de futebol, que oferece serviços dirigidos a profissionais, media, patrocinadores/anunciantes e adeptos.
GoalPoint

GRÁTIS
BAIXAR