Champions League | O “onze” da 1ª jornada ⭐

-

A Liga dos Campeões 2018/19 arrancou esta semana. FC Porto e Benfica são os dois representantes portugueses na edição deste ano e tiveram sortes distintas, ambos frente a adversários alemães. Na terça-feira os “dragões” arrancaram um difícil empate 1-1 no terreno do Schalke 04, tendo mesmo desperdiçado uma grande penalidade. Na quarta-feira, as “águias” perderam em casa com o poderoso Bayern de Munique, por 2-0, numa partida que teve o condão de ver Renato Sanches marcar um dos golos, no regresso à Luz.

As particularidades desta primeira jornada da fase de grupos são muitas. Cristiano Ronaldo, uma das figuras da edição anterior, não figura no nosso “onze” da ronda, tendo sido expulso na estreia pela Juventus na competição. No plano oposto surge Lionel Messi, que brilhou intensamente, registando já o primeiro 10.0 nos nossos GoalPoint Ratings na prova, avaliação que determina a presença dos jogadores nestas equipas.

O destaque vai, também, para o Crvena Zvezda, ou Estrela Vermelha, como é tradicionalmente conhecido o emblema de Belgrado, uma vez campeão europeu. A equipa conseguiu suster o Nápoles e coloca dois jogadores no nosso “onze”, feito apenas imitado pelo Real Madrid.

Mas vamos aos nossos craques.

GoalPoint-Onze-Jornada-1-UCL-201819-infog
Clique para ampliar

Milan Borjan (Crvena Zvezda) 7.6O Nápoles atacou bastante, terminou o jogo em Belgrado com 20 remates, mas teve pela frente uma parede. O guarda-redes do Estrela Vermelha realizou sete defesas, três delas a remates na grande área, e esteve intransponível, garantindo a “folha limpa”.

Mário Fernandes (CSKA Moscovo) 7.1 – O brasileiro naturalizado russo do CSKA continua a brilhar. Na visita ao Viktoria Plzen, o lateral-direito esteve muito seguro em especial na retaguarda, onde registou 13 acções defensivas, entre elas impressionantes sete intercepções.

Vujadin Savić (Crvena Zvezda) 7.2 – Para além do guarda-redes, o Nápoles teve de enfrentar outro obstáculo, o central Savić. O defesa não esteve com rodeios para afastar o perigo de perto da sua baliza: registou 12 alívios, num total de 19 acções defensivas.

José Giménez (Atl. Madrid) 7.2 – O talentoso defesa uruguaio esteve irrepreensível no eixo da defesa do Atlético, que foi ganhar a casa do Mónaco. Giménez foi mesmo o melhor em campo, com um golo, mas também com trabalho defensivo, reflectido em sete recuperações de posse.

Nicolás Tagliafico (Ajax) 8.8 – À atenção do Benfica. O lateral-esquerdo argentino do Ajax bisou, sendo um dos seus golos uma obra de arte. No total registou três remates, todos enquadrados, ganhou três de cinco duelos aéreos ofensivos e somou 11 acções defensivas, entre elas três bloqueios de passe.

Paul Pogba (Manchester United) 9.2 – Uma excelente notícia para José Mourinho. Pogba esteve em grande nível no triunfo do United em casa do Young Boys, registando mesmo o segundo rating mais elevado da jornada. O médio francês bisou e ainda fez a assistência para o outro golo, num total de três passes para finalização, recuperou 11 vezes a posse de bola e registou 93% de eficácia de passe.

Luka Modrić (Real Madrid) 7.9 – O “cérebro” do Real Madrid continua em grande nível. O croata foi fundamental na vitória do Real Madrid por 2-0 sobre a Roma, ao realizar a assistência para um dos golos, num total de quatro passes para finalização. O médio fez ainda dois remates, ambos enquadrados, e acertou sete dos oito passes longos que realizou.

Christian Eriksen (Tottenham) 8.5 – Que “balde de águia fria”! Os “spurs” estiveram a ganhar em San Siro, ante o Inter, e acabaram por perder mercê de um golo nos descontos. Mas até lá, o dinamarquês esteve em destaque, ao marcar o golo inglês, em três remates (todos enquadrados), e ao realizar quatro passes para finalização, um deles para ocasião flagrante. E ainda registou 88% de eficácia de passe.

Lionel Messi (Barcelona) 10.0 – O que dizer de Messi? O argentino vai no terceiro rating máximo esta época e ainda só estamos em Setembro e já há quem diga que foi ele que programou o nosso algoritmo. Na goleada por 4-0 ante o PSV, “La Pulga” fez um “hat-trick” com dois golos de bola corrida e um de livre directo, enquadrou quatro de seis remates, fez três passes para finalização e registou 90% de eficácia de passe. E isto apenas nas variáveis mais importantes. Ao longo do jogo esteve verdadeiramente imparável.

Isco (Real Madrid) 8.8 – Uma presença habitual nos nossos “onzes”, Isco vai assumindo protagonismo nos “merengues”, após a saída de Cristiano Ronaldo. O espanhol foi o melhor em campo frente à Roma, com um golo em três remates, todos enquadrados, duas ocasiões flagrantes criadas em cinco passes para finalização, 90% de eficácia de passe e 90 acções com bola.

Eren Derdiyok (Galatasaray) 7.2 – Um dos nomes que talvez não contasse ver no nosso elenco, a ocupar o lugar mais avançado da equipa. O suíço do Galatasaray fez um dos golos da vitória da sua equipa sobre o Lokomotiv de Moscovo e ganhou impressionantes oito de 12 duelos aéreos ofensivos. E a coisa não será por acaso: Eren leva também três golos em cinco jogos, na Liga turca.

Eis também os “tops” individuais da jornada por variável:

GoalPoint-Tops-Jornada-1-Champions-League-201819-infog
Clique para ampliar

Confira, jogo a jogo, os números que justificam a eleição dos melhores, nas tabelas de acompanhamento dos jogos GoalPoint, actualizada poucos minutos após o término de cada encontro da Liga dos Campeões! Pode também encontrar todo o histórico da época passada neste “link”, incluindo Champions e Liga NOS.

UCL 18/19 J1STATGPRMVP
4-0
2-1
0-1
1-2
3-2
3-0
1-1
0-0
3-0
2-2
0-2
1-2
3-0
2-2
0-3
0-2

GoalPoint
GoalPoint
O GoalPoint.pt é um site produzido pela GoalPoint Partners, uma start-up especializada em análise estatística de futebol, que oferece serviços dirigidos a profissionais, media, patrocinadores/anunciantes e adeptos.