a  Champions League arrancou, e com ela a nossa análise, jornada a jornada, dos principais jogos que envolvem equipas lusas e das figuras que, estatisticamente, vão marcando a história da prova.

Embora com enredos diferentes, as equipas portuguesas sairam da primeira ronda com poucas razões para sorrir: Benfica e Porto empataram e o Sporting tombou no Bernabéu, ao cair do pano. Talvez por isso (mas não só), e apesar de terem registado alguns GoalPoint Ratings positivos, não encontramos nenhum atleta dos “nossos” no primeiro “onze” ideal da Champions.

Champions League | O XI GoalPoint Ratings da 1ª jornada! ⭐
Clique para ampliar

Numa ronda com muitos golos e alguns jogos espectaculares não admira terem surgido alguns ratings atipicamente elevados, e não falamos apenas das já referidas exibições de sonho de Messi e Neymar, os primeiros dois “10” simultâneos num único jogo. Aguero e Kolarov, do City de Guardiola, Kimmich (Bayern) e Dzagoev (CSKA Moscovo) foram outros protagonistas de noites de produção excepcional senão vejamos:

  • Aguero (Manchester City) 9.6 – Imparável. Seis dos 23 remates dos “citizens” sairam dos seus pés, cinco deles enquadrados! Aos três golos que marcou juntou três passes para ocasião e bastava que um ou outro tivesse resultado em assistência e juntava-se a Messi e Neymar na nota máxima.
  • Kimmich (Bayern) 9.0 – O homem que pode atrasar a afirmação de Renato Sanches no Bayern, caso mantenha este registo (e a posição). Jogando pelo centro o germânico marcou dois golos em três remates e ainda fez três passes para remates dos colegas. Como se não bastasse ainda acertou 90% dos 110 (!) passes que realizou, cruzando com eficácia em três das sete bolas que enviou para a área adversária. Podiamos continuar mas já deu para perceber certo?
  • Dzagoev (CSKA Moscovo) 8.4 – Os russos perdiam por dois golos em Leverkusen mas depois apareceu Dzagoev, não só a marcar o primeiro golo o CSKA mas também a oferecer três passes para ocasião, acertar 92% dos passes que realizou e até a ajudar nas tarefas defensivas, somando quatro intercepções e dois desarmes.
  • Kolarov (Manchester City) 8.3 – Em todo o lado. Para lá de uma assistência na goleada o City, o lateral venceu nada menos do que 16 dos 18 duelos que travou, incluindo os sete duelos aéreos a que foi chamado! Mas nãó só: foi o único jogador a atingir os 100 passes no jogo, somou 15 acções defensivas e ainda arrancou quatro faltas.

Estão encontrados os primeiros nomes em destaque na Liga dos Campeões 2016/17. Esperemos então pela próxima jornada, na qual queremos ver… nomes que alinhem nas equipas portuguesas.