A Liga dos Campeões 2017/18 já não tem equipas portuguesas. O FC Porto era o único emblema luso sobrevivente da fase de grupos, mas acabou por cair nos oitavos-de-final, após uma derrota por 5-0 em casa ante o Liverpool, seguida de um nulo em Anfield. Este desfecho acaba por explicar cabalmente a ausência de qualquer jogador dos “dragões” do nosso “onze” desta fase da prova, com base nos GoalPoint Ratings – jogadores com um mínimo de 120 minutos disputados nos oitavos.

Porém, os “oitavos” têm muito para contar. A começar com o actual detentor do troféu, o Real Madrid. Os “merengues” são a equipa que mais jogadores oferece ao nosso “onze”, nada menos que três, entre eles o inevitável Cristiano Ronaldo – que chegou aos 102 golos pelo Real na Champions e leva 12 só esta temporada. Este desempenho notável de CR7 e do próprio Real Madrid contrastam com a pálida carreira interna da equipa, mas parece óbvio que a Liga dos Campeões tornou-se na “praia” do emblema de Madrid, e também do craque português.

De resto, nenhuma outra equipa apresenta mais do que um jogador e há três que pertencem a emblemas que acabaram afastados da prova, casos de Michael Lang, do Basileia, Christian Eriksen, do Tottenham e De Gea do United. E há Messi, naturalmente. No entanto, nem o argentino, nem o português do Real foram os melhores desta ronda, que não teve nenhum jogador a atingir os 8.0 – fruto do cada vez maior equilíbrio. Confira os melhores no conjunto das suas mãos dos oitavos-de-final.

GoalPoint-Best-of-Champions-R16-UCL-201718-infog
Clique para ampliar

 

David de Gea (Man United) 6.75 – O lance do 2-0 do Sevilha em Old Trafford não ofusca a brilhante participação do guarda-redes espanhol nestes oitavos-de-final, em especial após a exibição na primeira mão, na qual fez oito defesas (uma delas assombrosa) e arrecadou um rating de 7.6.

Michael Lang (Basileia) 6.21 – O lateral-direito do Basileia já havia realizado algumas exibições de relevo na fase de grupos, nomeadamente ante o Benfica, na Suíça, que lhe valeu uma presença no “onze” da segunda jornada. Desta feita, os helvéticos nada puderam fazer para contrariar o poderio do Manchester City, apesar do triunfo conseguido na segunda mão em Inglaterra. Só que Lang continuou a exibir-se a bom nível, tendo sido o melhor dos suíços na segunda mão, com um dos golos da sua equipa.

Giorgio Chiellini (Juventus) 6.13 – O experiente defesa-central da Juve esteve em grande na segunda mão dos oitavos-de-final. O italiano foi pedra essencial no triunfo da “Vecchia Signora” em Londres, com 22 acções defensivas (13 delas alívios) e quadro duelos aéreos ganhos em oito.

Sergio Ramos (Real Madrid) 6.37 – Os “merengues” estão intratáveis da Champions, à imagem do seu capitão. O defesa espanhol foi o melhor central dos “oitavos”, tendo ganho todos os duelos aéreos defensivos que travou na eliminatória com o Paris Saint-Germain, com uma média de 7,5 recuperações de posse por jogo e apenas duas faltas cometidas – isto sim, digno de registo, tendo em conta o seu historial disciplinar.

Marcelo (Real Madrid) 6.94 – O segundo jogador do Real neste nosso “onze” é o lateral-esquerdo brasileiro. Marcelo foi o melhor em campo na vitória por 3-1 sobre o PSG na primeira mão, onde marcou um golo e criou uma ocasião flagrante. No segundo jogo criou uma ocasião flagrante em quatro passes para finalização e ainda realizou cinco desarmes.

Éver Banega (Sevilha) 7.64 – Por mais que José Mourinho tenha dito que a sua equipa anulou o argentino no jogo da primeira mão, em Sevilha, o facto é que os números contrariam o técnico português. Banega foi, aliás, o único jogador que foi MVP nas duas mãos, alcançando um espectacular rating de 8.4 na primeira – com impressionantes dez passes para finalização e uma ocasião flagrante criada. Na segunda fez “só” sete passes para remate e recuperou 13 vezes a posse de bola. O melhor jogador dos “oitavos”. Impressionante.

İlkay Gündoğan (Man City) 7.46 – O “carregador de piano” do Manchester City esteve em todas. Na primeira mão, em que o City goleou o Basileia, na casa deste, por 4-0, o médio alemão arrecadou um rating de 8.7, tendo marcado dois golos. E ainda realizou seis desarmes e sete recuperações de posse.

Christian Eriksen (Tottenham) 7.30 – O dinamarquês já não joga mais esta época na Champions, fruto da eliminação do Tottenham às mãos da Juventus. Mas o médio mostrou toda a sua magia no empate 2-2 em Turim, na primeira mão, onde marcou um golo em seis remates (dois enquadrados) e criou uma ocasião flagrante. Uma grande perda para a competição.

Sadio Mané (Liverpool) 7.13 – A presença do extremo senegalês neste nosso “onze” deve-se exclusivamente à exibição de grande nível conseguida na goleada por 5-0 no Estádio do Dragão. Nessa partida, o jogador fez um “hat-trick” em apenas quatro remates, três deles enquadrados. Em Anfield esteve discreto.

Lionel Messi (Barcelona) 7.54 – Pouco há a acrescentar ao génio de Messi. O argentino foi o autor do golo do empate do Barcelona em Londres e, na segunda mão em Camp Nou, marcou logo aos três minutos, fechando a contagem no segundo tempo – não sem antes assistir Dembelé para o 2-0.

Cristiano Ronaldo (Real Madrid) 7.53 – O português está “on fire”. Nesta edição da “Liga milionária”, CR7 leva já 12 golos e bateu o recorde de tentos em jogos consecutivos na competição, registando nove partidas seguidas sempre a marcar. Na primeira mão dos “oitavos”, com o PSG, marcou dois golos, e na segunda partida somou mais um à sua conta pessoal, terminando ainda com uma assistência em quatro passes para finalização e quatro duelos aéreos ganhos em sete.

Eis também os tops individuais da jornada por variável:

GoalPoint-Tops-Jornada-8-Champions-League-201718-infog
Clique para ampliar

Confira, jogo a jogo, os números que justificam a eleição dos melhores, nas tabelas de acompanhamento dos jogos GoalPoint, actualizada poucos minutos após o término de cada encontro da Liga dos Campeões! Pode também encontrar todo o histórico da época neste “link”, incluindo Champions e Liga NOS.

Os números da primeira mão (clique nos ícones para conferir, jogo a jogo)

UCL 17/18 8os 1ªMSTATGPRMVP
2-2
0-4
0-5
3-1
1-1
5-0
0-0
2-1

Os números da segunda mão

UCL 17/18 8os 2ªMSTATGPRMVP
0-0
1-2
1-2
1-2
1-2
1-0
1-3
3-0