Champions | Os “craques” da 1ª jornada 🎖

-

A Liga dos Campeões 2020/21 já arrancou e com emoção, golos e espectáculo, como era de esperar. E a primeira jornada da fase de grupos não quis ser muito diferente do que tem acontecido de há várias épocas para cá: houve mesmo exibição de grande nível de Lionel Messi e um GoalPoint Rating de 10.0 para não deixar dúvidas.

Para além dos argentino houve outros nomes que não quiseram deixar créditos por mãos alheias, pelo que apresentamos os cinco melhores ratings desta ronda inaugural, mais as cinco melhores notas dos portugueses que estiveram em acção. Confira os números, percorrendo as galerias “statscards”

Messi e os outros

  • O Verão foi quente para as bandas de Camp Nou, com Messi a ameaçar bater com a porta. O argentino acabou por ficar e parece disposto e manter o nível. Na goleada ao Ferencváros, o argentino atingiu a nota máxima. Um 10.0 que reflecte um golo, mas também uma assistência em quatro passes para finalização, quatro remates enquadrados em sete tentativas, oito passes valiosos (entregas certas a menos de 25 metros da baliza), uma grande penalidade ganha e sete dribles completos em 11. “Ah e tal como é o Messi…” Assim fica difícil não ser.
  • O festival do Barcelona teve um outro nome em destaque. O jovem Ansu Fati mostrou qualidade, mais uma vez, com um golo, fruto de três remates enquadrados (100%), uma assistência e 90% de eficácia de passe. E ainda completou três das seis tentativas de drible. Cresce a olhos vistos.

Portugueses: Bruno a iluminar Paris

  • Só a grande exibição de Marcus Rashford, que fez o golo da vitória do United, impediu Bruno Fernandes de ser o MVP da partida em casa do Paris Saint-Germain. O médio português fez um golo, de grande penalidade, dois passes para finalização e teve um contributo defensivo digno de craque: quatro acções defensivas no meio-campo adversário, cinco desarmes, três bloqueios de passe/cruzamento e nove recuperações de posse. À “patrão”.
  • Damien da Silva, defesa luso-francês do Rennes, foi fundamental no empate da sua equipa ante o Krasnodar. Das vezes que foi chamado a trabalhos extra esteve sempre muito atento, com três intercepções e quatro alívios. E esteve muito bem no capítulo do passe, com 94% de eficácia em termos globais e 16 passes progressivos certos.
  • A transferência de Danilo Pereira do Porto para o PSG aconteceu mesmo no fecho do mercado de transferências e a estreia do internacional português pelos campeões gauleses aconteceu no jogo de alto calibre ante o Manchester United, na Liga dos Campeões. O “trinco” não se deu nada mal e realizou uma prestação positiva, colorida com quatro acções defensivas no meio-campo contrário, seis intercepções, outras tantas recuperações de posse e 86% de eficácia de passe.
  • O Porto criou muitos problemas ao Manchester City, mas os ingleses acabaram por vencer. Um dos três portugueses dos comandados de Pep Guardiola esteve em bom plano. Rúben Dias acertou 94% dos passes que realizou, fez dez passes progressivos eficazes, um corte decisivo e ganhou os dois duelos aéreos defensivos. Foi mesmo o jogador com mais passes certos (104) na ronda

  • Um dos duelos que mais interesse criou em Portugal foi o embate (do mesmo grupo do FC Porto) entre dois treinadores portugueses, Pedro Martins e André Villas-Boas. O Olympiacos, do primeiro, venceu por 1-0, graças a um golo do ex-bracarense Hassan em cima dos 90 minutos, mas até lá, José Sá foi segurando o nulo, com duas defesas, uma a remate a menos de oito metros, e duas saídas aéreas eficazes.

GoalPoint
GoalPoint
O GoalPoint.pt é um site produzido pela GoalPoint Partners, uma start-up especializada em análise estatística de futebol, que oferece serviços dirigidos a profissionais, media, patrocinadores/anunciantes e adeptos.
GoalPoint

GRÁTIS
BAIXAR