Champions | Mbemba entre destaques da 5ª ronda 🎖

-

J á está. A quinta jornada da Liga dos Campeões confirmou o que todos esperavam, o apuramento do FC Porto para os oitavos-de-final. Este o facto mais relevante para os interesses lusos, numa ronda de confirmou outras passagens e teve jogos repletos de emoção, mesmo que não tenham sido os de maior cartaz, como o triunfo do Leipzig por 4-3, arrancado nos descontos, na visita ao İstanbul Başakşehir, ou a vitória importante do Inter em casa do Borussia Mönchengladbach por 3-2.

Mas nesta peça interessa-nos os desempenhos individuais. E, como sempre, o Top 5 dos melhores teve algumas prestações ímpares. Desta feita não temos nenhum português nesta “short list”, mas sim dois franceses que arrasaram, um em Sevilha, outro precisamente no embate de Istambul. E do FC Porto, o representante luso na prova, apesar de não constar entre os principais desempenhos, Chancel Mbemba figura nos destaques estatísticos, graças aos seus 13 alívios (máximo da jornada). Vamos aos craques.

Giroud e mais (um) 10

  • Olivier Giroud está longe de ser um titular absoluto no Chelsea, mas quando entra, faz estragos. Na visita ao Sevilla, o que estava em causa era, basicamente, o primeiro lugar do Grupo E, e os ingleses não deram hipótese. Vitória por 4-0 e todos os golos marcados pelo ponta-de-lança gaulês, que facturou em todos os remates enquadrados que fez, ganhou quase todos os duelos aéreos ofensivos em que participou e ainda ganhou uma grande penalidade. Nota 10.0 para Giroud.
  • Que grande jogo fez Nordi Mukiele na Turquia. Para se ter uma ideia, houve um adversário que fez um “hat-trick”, mas o lateral-direito foi o MVP, cum um rating extraordinário de 9.4. O defesa do Leipzig fez um golo, criou duas ocasiões flagrantes em quatro passes para finalização e ainda esteve sólido na retaguarda, somando quatro desarmes.
  • Não é habitual ter um central de uma equipa que não venceu, mas que dominou, a registar um rating tão elevado. Mas foi o que Cristian Romero conseguiu, no empate 1-1 da Atalanta em casa com o Midtjylland. O central argentino marcou o golo dos italianos, fez três remates, dois enquadrados, ganhou todos (!) os 11 duelos aéreos defensivos em que participou, e quatro dos cinco ofensivos (m total de 15, recorde da ronda), e ainda fez 13 recuperações de posse e incríveis 11 intercepções (também máximo). Uma raridade estatística.
  • O jogo de maior cartaz opunha Manchester United ao Paris Saint-Germain, em Old Trafford, e Neymar elevou-se ao nível da importância do desafio. O brasileiro bisou na partida que manteve os gauleses na luta pelo apuramento (há três equipas com nove pontos no Grupo H), enquadrou os três remates que realizou, criou uma ocasião flagrante em quatro passes para finalização e concluiu cinco de dez tentativas de drible.
  • İrfan Kahveci foi uma das figuras da ronda. O turco de 25 anos fez “só” três golos ao Leipzig, não sendo o melhor em campo por causa de Mukiele. O médio-centro fez quatro remates, três enquadrados, e ainda registou quatro acções defensivas no meio-campo contrário. Merecia mais deste jogo.

Portugueses: Félix a abrilhantar a ronda

  • O Bayern, é verdade, rodou muito a equipa em Madrid, uma vez que já estava apurado, mas tal não tira brilho à exibição de João Félix, que ainda assim não conseguiu ajudar a sua equipa a garantir o apuramento. O atacante português fez o golo “colchonero”, num belo movimento na área, concluído com um remate de qualidade, e compôs a exibição com três remates, dois enquadrados, dois passes para finalização e um de ruptura.

  • Do jogo no Dragão saiu apenas um jogador para estes destaques. E português. João Cancelo foi o melhor em campo na partida que ditou o apuramento “azul-e-branco”, com competência nos diversos momentos do jogo: dois passes para finalização, quatro acções defensivas no meio-campo portista, seis desarmes e oito recuperações de posse.
  • Cristiano Ronaldo voltou a marcar e chegou aos 750 golos na carreira. Um feito extraordinário, conseguido num jogo em que a “vecchia signora” alcançou um triunfo fácil. CR7 fez ainda um remate à barra e completou as três tentativas de drible, numa partida histórica. Foi a primeira da Champions masculina arbitrada por uma mulher: Stéphanie Frappart.

  • Damien Da Silva começa a ser um “habitue” nestas andanças. O Rennes perdeu na Rússia, mas o central português voltou a estar muito bem, com nove passes progressivos certos, dois desarmes, outros tantos bloqueios de remate, um corte decisivo, ganhou os dois duelos aéreos ofensivos em que participou e ainda completou as duas tentativas de drible.
  • Na ausência de Haaland, o “goleador” de serviço foi Raphaël Guerreiro. O português fez o único golo dos germânicos, no empate em casa com a Lazio, no único remate que realizou, e terminou com 94% de eficácia nos 78 passes realizados, com destaque para cinco passes ofensivos valiosos.

UCL | J5SUMGPRMVPPASxG
1-3
2-0
1-1
2-3
0-0
2-1
1-0
1-1
1-0
3-4
0-4
1-1
3-0
3-0
0-3
1-3

TotoRating Banner

GoalPoint
GoalPoint
O GoalPoint.pt é um site produzido pela GoalPoint Partners, uma start-up especializada em análise estatística de futebol, que oferece serviços dirigidos a profissionais, media, patrocinadores/anunciantes e adeptos.
GoalPoint

GRÁTIS
BAIXAR