Clique para ampliar

Os “Spurs” de José Mourinho perderam por 2-1 com o Chelsea, naquele que foi o segundo desaire do português frente ao seu primeiro clube em Inglaterra, desde que ingressou no Tottenham. A derrota volta a distanciar os “lilywhites” dos “blues”, na luta pelo último lugar de acesso à Champions, com a turma de Stamford Bridge a recuperar quatro pontos de vantagem sobre os “spurs”.

A superioridade “blue” fez-se sentir durante quase toda a partida, sobre um elenco visitante cada vez mais desfalcado e incapaz de aguentar as investidas de Giroud, Alonso (autores dos golos, dois disparos de bela execução) e companhia. Os comandados de Lampard superiorizaram-se, com o miolo composto por Kovacic e Jorginho a raramente acusar a ausência (por lesão) de Kanté. O autogolo de Rudiger perto do final despertou ainda uma reacção positiva visitante, que manteve o resultado final em suspenso, com o apito final a confirmar a vitória do Chelsea.

O espanhol Marcos Alonso, autor de um belo golo e de outra bola aos ferros de Lloris, arrecadou o MVP Goalpoint, numa partida que terminou com cinco “blues” a liderar os GoalPoint Ratings.