Cinco “wonderkids” do futebol europeu 2016/17 ⭐

-

Os scouts europeus não param. A busca pelos melhores jovens talentos, para fornecer os grandes clubes do continente, é incessante, e são muitos os nomes que surgem regularmente um pouco por toda a Europa.

A necessidade de acautelar o futuro é grande nas mais importantes Liga europeias, onde os clubes tentam estar um passo à frente da concorrência. Tendo esta ideia em perspectiva, o GoalPoint identifica alguns jovens que estão a despontar e têm todas as características para brilharem brevemente nos mais fortes campeonatos europeus. Aqui estão cinco, para as cinco principais Ligas.

Theo Hernandéz

A futura seta dos “bleus”
Lateral-esquerdo
19 anos (06/10/1997)
Alavés
10 milhões de euros

theo-hernandez-alaves-goalpointTheo Hernandéz é um ala-esquerdo de nacionalidade francesa, nascido na cidade portuária de Marselha. Tem contrato com o Atlético de Madrid, clube onde fez toda a formação. Encontra-se esta temporada emprestado ao Alavés, onde se destaca sobretudo pela enorme capacidade ofensiva. É um perigo constante nos seus raides pelo corredor esquerdo e consegue ser muito preciso nos cruzamentos que, aliados ao seu drible, são uma arma poderosa. Contudo tem também algumas carências na fase defensiva do jogo. Para vir a ser um dos melhores laterais europeus, Theo tem claramente que evoluir no desarme e no posicionamento defensivo. Caso o consiga será sem dúvida umas das futuras “bombas” do futebol de “nuestros hermanos”.

Ovie Ejaria

O “novo” Yaya Touré
Médio-centro
19 anos (18/11/1997)
Liverpool

ovie-ejaria-liverpool-goalpointEjaria é um médio-centro inglês que joga no Liverpool, actualmente orientado por Jurgen Klopp. De passada larga, com um físico impressionante, este jovem de apenas 19 anos tem já ganho alguns minutos, tendo sido um dos melhores em campo no último jogo da Taça de Inglaterra. Sobressai pela qualidade técnica a controlar a bola e pela maneira em como consegue sair a jogar no meio-campo dos “reds”. Defensivamente, Ejaria é muito agressivo na recuperação da bola e exibe um entendimento perfeito do espaço de jogo, posicionando-se sempre de forma exímia a nível táctico, sobretudo nas transições de etapa.

Kai Harvertz

O prodígio de Aachen
Extremo-direito
17 anos (11/06/1999)
100 mil euros
Leverkusen

kai-havertz-leverkusen-goalpointHarvertz é um médio-ofensivo de apenas 17 anos, que joga nos alemães do Leverkusen, somando já minutos na sua equipa principal apesar da idade júnior. O seu grande ponto forte é a suprema qualidade técnica que exibe cada vez que decide dar um “abanão” no jogo. Drible enganador e rápido, uma criatividade imensa e ainda uma tomada de decisão bastante acima da média, tudo isto armas do almanaque de Kai Harvertz, que neste momento é o maior talento a espalhar classe por terras germânicas.

Manuel Locatelli

“Il Maestro Rossoneri”
Médio-defensivo
19 anos (08/01/1998)
AC Milan
5 milhões de euros

manuel-locatelli-milan-goalpointManuel Locatelli joga como médio-centro, ou também como “trinco”, no histórico italiano AC Milan, onde tem esta época agarrado a titularidade no “miolo” da equipa de Montella. Apesar dos seus 19 anos tem uma excelente maturidade, que o ajudam a permanecer muito calmo mesmo sob pressão na construção de jogo dos milaneses. É um médio bastante completo, forte no passe, com visão de jogo e que consegue ainda ser muito eficaz no desarme do adversário. Caso consiga evoluir no seu posicionamento em campo em certas etapas do jogo, e ganhar uma maior capacidade de aproximação à área adversária, veremos em Locatelli um herdeiro do “mágico” Pirlo.

Allan Saint-Maximin

A nova definição de intensidade
Extremo
19 anos (12/02/1997)
Bastia
3 milhões de euros

allan-saint-maximin-bastia-goalpointSaint-Maximin é um extremo francês de 19 anos que joga no Bastia e que tem deliciado os scouters europeus esta temporada com as suas arrancadas e dribles endiabrados. Tem tido tempo e espaço na equipa, permitindo a esta jovem promessa evoluir bastante nos últimos tempos, a ponto de se afirmar já como um dos melhores quebra-cabeças à solta no “velho continente”. Allan é dono de uma velocidade explosiva e é capaz de empregar nas suas jogadas uma intensidade absolutamente destrutiva para os seus adversários. Caso consiga melhorar ligeiramente as suas decisões e cruzamentos, este será um extremo que todos os clubes irão querer no futuro.

Miguel Pontes
Miguel Pontes
Engenheiro civil de formação, actualmente na Deloitte, tem dado sequência à sua paixão pela vertente técnica e táctica do futebol, com passagens pelo CF Benfica (Scouting), SG Sacavenense (como técnico adjunto nos sub19 e posteriormente na área de scouting) e colaborações com a Belenenses SAD e diversos agentes.
GoalPoint

GRÁTIS
BAIXAR